PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Com baixos números individuais, ataque do Real vive pior início desde Luxemburgo

Atual campeão do Campeonato Espanhol e bi da Liga dos Campeões, o Real Madrid não vive um início de temporada à altura de suas últimas campanhas. Isto se manifesta, entre outros fatores, ao fraco desempenho de seu setor ofensivo, provocado pelos baixos números obtidos até então por seus principais goleadores. São apenas 35 gols em [?]

10:15 | 31/10/2017

Atual campeão do Campeonato Espanhol e bi da Liga dos Campeões, o Real Madrid não vive um início de temporada à altura de suas últimas campanhas. Isto se manifesta, entre outros fatores, ao fraco desempenho de seu setor ofensivo, provocado pelos baixos números obtidos até então por seus principais goleadores. São apenas 35 gols em 17 jogos, uma marca que não era tão baixa desde a temporada 2005/06, quando os merengues anotaram somente 31 gols, sob o comando de Vanderlei Luxemburgo.

Grandes esperanças de gol do time, Cristiano Ronaldo e Karim Benzema não estão tendo os números esperados até agora.  O português foi às redes sete vezes em 11 partidas. É o mesmo número atingido por ele nas últimas duas campanhas, porém, são os mais baixos desde que o atleta chegou ao Santiago Bernabéu, em 2009. Com apenas dois gols, o francês, por sua vez, se vê diante de sua pior marca desde 2010, quando havia marcado apenas um tento nos 10 primeiros compromissos.

Com 20 pontos ganhos, oito atrás do líder Barcelona, o Real Madrid é o terceiro colocado do Campeonato Espanhol, que tem o Valencia ocupando a vice-liderança.  Antes de receber o Las Palmas, no domingo, os merengues tentam assumir a ponta do Grupo H da Liga dos Campeões nesta quarta-feira, em visita ao Tottenham, em Wembley.

 

 

 

Gazeta Esportiva

TAGS