PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Chapecoense critica arbitragem e reconhece mau resultado em casa

O resultado deste domingo não foi nada bom para a Chapecoense. A derrota por 1 a 0 para o Flamengo na Arena Condá não colocou o time catarinense na zona de rebaixamento, mas a diferença para a Ponte Preta, 17° colocada, está nos critérios de desempate. Na saída de campo, os jogadores lamentaram a derrota, [?]

19:30 | 15/10/2017

O resultado deste domingo não foi nada bom para a Chapecoense. A derrota por 1 a 0 para o Flamengo na Arena Condá não colocou o time catarinense na zona de rebaixamento, mas a diferença para a Ponte Preta, 17° colocada, está nos critérios de desempate. Na saída de campo, os jogadores lamentaram a derrota, mas não pouparam críticas ao grupo de arbitragem.

A arbitragem de Dewson Fernando Freitas da Silva foi muito criticada, principalmente pelo goleiro Jandrei. Segundo o arqueiro, que defendeu um pênalti cobrado por Everton Ribeiro, a autoridade do jogo prejudicou a qualidade do jogo e impossibilitou um resultado melhor da Chapecoense. ?Ele (árbitro) entrou mais pressionado que os jogadores. Todas as faltas eram marcadas só para o lado deles e amarelou todo o nosso time com cartão. Inverteu as faltas e não deu um pênalti para o nosso time no primeiro tempo?, disse Jandrei.

O goleiro da Chapecoense ainda aproveitou para questionar as consequências da arbitragem ruim. ?Sempre que jogamos contra um time grande, seja aqui na Arena ou fora de casa é a mesma coisa. A gente trabalha a semana toda para o árbitro chegar e prejudicar o nosso esforço. Quando a gente erra é punido e julgado, mas nada acontece com eles. Não dá para ficar como está, é uma vergonha?, completou Jandrei.

Além das críticas, a saída de campo foi de muita lamentação. Fabrício Bruno reconheceu que os pontos perdidos em casa são determinantes para a situação ruim na tabela. ?Tentamos os três pontos, mas não conseguimos. Faltou consciência para entendermos que um ponto contra um time como o Flamengo não é de tão ruim. Entregamos muito a bola para o adversário, não tivemos controle das ações e não fizemos o gol, mas quando eles chegaram fizeram e venceram?, disse o defensor.

Na próxima rodada, a Chapecoense viaja até Minas Gerais para enfrentar o Atlético Mineiro, invicto no Brasileiro desde a chegada de Oswaldo de Oliveira. Os jogos deste final de semana acabaram deixando o time de Santa Catarina fora das últimas quatro posições apenas pelo número de vitórias. A Ponte Preta possui oito triunfos, contra nove da Chape.

 

 

 

 

Gazeta Esportiva

TAGS