PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Capitão de título mundial está muito perto de ser liberado pelo atual clube

Um dos maiores ídolos da história da seleção espanhola e do Real Madrid, Iker Casillas está muito perto de deixar o Porto. O goleiro vive péssima fase na atual temporada do futebol europeu, não consegue manter uma regularidade na titularidade do time e seu baixo rendimento não estão agradando a diretoria do clube português, que [?]

10:15 | 24/10/2017

Um dos maiores ídolos da história da seleção espanhola e do Real Madrid, Iker Casillas está muito perto de deixar o Porto. O goleiro vive péssima fase na atual temporada do futebol europeu, não consegue manter uma regularidade na titularidade do time e seu baixo rendimento não estão agradando a diretoria do clube português, que vê a saída do jogador como a melhor opção para ambas as partes.

Segundo o jornal espanhol El País, o jogador e os dirigentes portugueses já conversaram sobre o assunto e chegaram ao consenso que o melhor é que aconteça a transferência no próximo mercado de transferências, que acontece em janeiro de 2018. Casillas já teve propostas de algumas equipes do futebol italiano, espanhol e inglês, porém não agradaram o goleiro.

Outro motivo que incentiva a diretoria a dispensar o jogador é o alto valor por um baixo retorno. O arqueiro custa aproximadamente 5 milhões de euros (aproximadamente R$ 18 milhões), e desde sua chegada na cidade portuguesa, Casillas não teve bons números. Foram 93 partidas, mas poucas apresentações seguras e algumas falhas em moments decisivos.

Apesar da fase negativa que vive, Casillas é de longe um dos maiores jogadores do futebol espanhol, tanto nas competições nacionais como vestindo a camisa da seleção espanhola. Pelo Real Madrid, foram incríveis 725 partidas na meta merengue, além de 18 títulos, destaque para as três Liga dos Campeões, nas edições de 1999/2000, 2001/2002 e 2013/2014.

Já pela Roja, o arqueiro ficou mais de uma década sendo convocado pelos comandantes e participou de 167 jogos no principal momento que a seleção teve em sua história. Foram duas conquistas de Eurocopa, em 2008 e 2012, e o título da Copa do Mundo de 2010, quando Casillas foi fundamental para a inédita conquista do país.

Gazeta Esportiva

TAGS