}else{}
Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Brasil encara Honduras para chegar às quartas do Mundial sub-17

Após terminar a fase de grupo na liderança de sua chave e com cem por cento de aproveitamento, a Seleção Brasileira volta a campo nesta quarta-feira, às 12h30 (de Brasília), para medir forças com Honduras no Estádio Internacional Jawaharlal Nehru, em Kochi, na Índia, pelas oitavas de final. Os brasileiros terão pela frente um time [?]
14:30 | Out. 17, 2017 Autor - Tipo Notícia

Após terminar a fase de grupo na liderança de sua chave e com cem por cento de aproveitamento, a Seleção Brasileira volta a campo nesta quarta-feira, às 12h30 (de Brasília), para medir forças com Honduras no Estádio Internacional Jawaharlal Nehru, em Kochi, na Índia, pelas oitavas de final.

Os brasileiros terão pela frente um time fraco tecnicamente, e que avançou como um dos melhores terceiros colocados. Caso o duelo desta quarta-feira termine empatado no tempo regulamentar, a definição será diretamente nas cobranças de pênaltis. Neste torneio não há prorrogação por conta do desgaste.

Carlos Amadeu, técnico da Seleção Brasileira, pediu aos jogadores uma forte marcação no campo de defesa do adversário. ?Nós precisamos nos impor, pois Honduras vai jogar de maneira fechada. Temos que nos impor no campo deles, os forçando ao erro. Se isso acontecer vamos caminhar para um resultado bem interessante?, disse Amadeu.

O treinador brasileiro vai repetir a base que vem atuando, pois não tem maiores problemas.

Pelo lado de Honduras, o técnico José Valladares, que também deve manter sua base, pediu para seus atletas atuarem com alegria. ?Temos que fazer bem o nosso jogo, atuando com alegria. Chegamos até o nosso objetivo, que era a vaga nas oitavas e podemos ir mais longe se atuarmos de maneira leve, compromissados com o nosso estilo?, avisou o treinador de Honduras.

Quem avançar do duelo entre Brasil e Honduras vai enfrentar nas quartas de final a Alemanha, que eliminou a Colômbia com direito a uma goleada de 4 a 0. O confronto acontecerá no domingo na cidade de Calcutá.

Um pouco mais cedo, às 9h30(de Brasília), no Estádio Deportivo Dr. DY Patil, em Navi Mumbai, Gana e Níger fazem duelo de africanos. O segundo terminou em terceiro lugar a chave vencida pelo Brasil, enquanto que os ganeses venceram o Grupo A.

FICHA TÉCNICA

BRASIL X HONDURAS

Local: Estádio Internacional Jawaharlal Nehru, em Kochi (Índia)

Data: 18 de outubro de 2017 (Quarta-feira)

Horário: 12h30(de Brasília)

Árbitro: Bamlak Tessema Weyesa (Etiópia)

BRASIL: Gabriel Brazão, Wesley, Vitão, Lucas Halter e Weverson; Marcos Antônio, Victor Bobsin e Alan; Paulinho, Lincoln e Brenner

Técnico: Carlos Amadeu

HONDURAS: Alex Rivera, Santiago Cabrera, Alex Gómez, Cristian Moreira e Gustavo Vallecillo; Luis Palma, Carlos Mejía, David Cardona, Everson López e Gerson Chávez; Patrick Palacios

Técnico: José Valladares

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Marcos Pontes minimiza apagão do CNPq: "O pessoal não vai morrer por causa disso"

Pesquisa
2021-07-29 17:56:38 Autor Filipe Pereira Tipo Noticia

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, disse que não há risco de perda de dados do sistema Lattes, que está fora do ar há cinco dias. “Não houve prejuízo de nenhum dado. Todos os
dados, no Lattes, por exemplo, que reúne informações de cientistas e pesquisadores, estão preservados. Tem backup“, afirmou Pontes em transmissão ao vivo na internet nesta quarta-feira, 28. 

Segundo o astronauta, a falha “é como furar um pneu, não dá para prever, simplesmente acontece”. Ele ainda disse que “não há sistema infalível” e que “pessoal não vai morrer por causa disso”.

Na terça-feira 28, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, ligado à pasta de Marcos Pontes, informou que a migração dos dados havia sido feita antes do ocorrido, e que alguns backups apoiaram o restabelecimento dos sistemas. “Não há perda de dados da Plataforma Lattes”, afirmou o CNPQ. O ministro defendeu o uso de parte da verba aprovada do Fundo para a aquisição de mais dois sistemas idênticos, para backup.

Criado em 1951 e vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, o CNPq trabalha no fomento à pesquisa em ciência, tecnologia e inovação e na formação de pesquisadores nas diversas áreas de conhecimento. O órgão publica editais para repasse de verba a projetos científicos do Brasil, além de organizar a distribuição de bolsas de pesquisa para pós-graduandos.

Com o menor orçamento do século - R$ 1,21 bilhão para este ano - o CNPq conta com quantidade de alunos na pós-graduação ampliada. O processo acontece em meio à pandemia da Covid-19 e à necessidade da busca por pesquisas para monitoramento e produção de vacinas contra a doença.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Tereza, 9 anos, sonha com Olimpíada: medalhas inspiram skatistas e surfistas em Fortaleza

OLIMPÍADAS 2020
2021-07-29 17:55:12 Autor Gabriel Borges Tipo Notícia

 

 

Os jogos olímpicos de Tóquio já são históricos para o Brasil. Das medalhas conquistadas até esta quinta-feira, 29 de julho, três são em duas modalidades que passaram a integrar os jogos a partir desta edição: skate e surfe.

Na madrugada do último domingo, 25, Kelvin Hoefler tornou-se o primeiro medalhista brasileiro nos Jogos de Tóquio, garantindo uma medalha para o Brasil na primeira disputa olímpica do Skate. No dia seguinte, foi a vez de Rayssa Leal, a fadinha, que aos 13 anos conquistou a prata no Skate feminino.

Do outro lado do mundo, em Fortaleza, os medalhistas olímpicos não sabem, mas os seus expressivos resultados já começam a gerar os primeiros frutos. "Eu gosto muito da fadinha do skate, tenho vontade de fazer o que ela está fazendo", disse Tereza Lara Carvalho, de 9 anos, enquanto se divertia pelas rampas da pista de skate do Cocó, localizada na avenida Raul Barbosa.

A pequena skatista conta que um dia espera alcançar o mesmo patamar dos brasileiros que fizeram história em Tóquio. "Eu acho que eu vou conseguir chegar nas Olímpiadas", projeta Tereza. Ela conta que seu amor pelo esporte vem do sentimento de liberdade. "Eu me sinto livre, porque não preciso ficar o tempo todo em casa."

>> Clique aqui para ler mais sobre as Olimpíadas de Tóquio

Ana Lara, 41 anos, mãe de Tereza, relata que o interesse da filha pelo esporte cresceu aos poucos. Inicialmente, a filha preferia andar de patins. Aos poucos foi dominando o skate.

"Desde o ano passado ela tem dominado mais, quando nos mudamos para Fortaleza, ela passou a andar na praça. Começou fazendo umas descidas, depois uma manobras e depois deslanchou. Deixou o patins e está no skate", comenta.

Ana explica que os resultados dos brasileiros em Tóquio animaram ainda mais a filha. "Na semana passada, uma amiga nossa mostrou pra ela as meninas do skate que estão nas Olimpíadas, aí ela começou a me cobrar pra ir em um skate park. Hoje, 6 horas da manhã ela já estava pronta", relata sobre a última terça-feira.

Tereza Lara, aos 9 anos, tem no skate uma diversão, um lazer. Uma prática de esporte e um aprendizado. Isso não é pouca coisa. Dedica-se mais desde o ano passado. Se um dia será uma profissão dependerá se a vontade irá persistir, do empenho que terá. O futuro não é mais importante que o presente. Hoje, Rayssa e a Olimpíada inspiram o sonho de uma criança. Não, não é pouco.

abrir

 

 

Nem só para os muito jovens

Diego Colares, 36 anos, que trabalha na área da educação, é a prova de que o skate não é apenas para os muito jovens. Ele conta que descobriu a modalidade durante a pandemia, graças a um skate de um amigo que estava guardado em sua casa.

"Eu tinha mais receio quando era mais novo, mas, diante da situação da falta de movimento em casa, era o que eu tinha e acabei curtindo a ideia", relata Colares também comemorou as conquistas brasileiras em Tóquio. "Por conta de ter começado a praticar, tive interesse em assistir. É benéfico para a meninada começar a praticar um esporte."

De acordo com o último levantamento feito pela Federação Cearense de Skate, mais de 40 pistas de skate foram contabilizadas por todo território cearense, podendo ter sido agregados mais equipamentos, já que o levantamento foi realizado em fevereiro de 2020.

LEIA TAMBÉM| Bronze na natação, Scheffer destaca esforço como trunfo: "Nunca fui o mais rápido"

 

 

Repercussão no berço do surfe da Capital

Mar domado por surfistas no Titanzinho(Foto: FABIO LIMA)
Foto: FABIO LIMA Mar domado por surfistas no Titanzinho

Em outro ponto da cidade, no bairro Cais do Porto, o destaque ficou para outra conquista brasileira. A medalha de ouro do surfista nordestino Ítalo Ferreira, conquistada na madrugada da última terça-feira, 27, quando o potiguar venceu o japonês Kanoa Igarashi.

Jovens de pranchas debaixo do braço são parte da paisagem do Titanzinho(Foto: FABIO LIMA)
Foto: FABIO LIMA Jovens de pranchas debaixo do braço são parte da paisagem do Titanzinho

Nas ruas do Titanzinho não é difícil encontrar jovens carregando suas pranchas embaixo do braço em busca das melhores ondas da Capital. Dentre os jovens surfistas, uma garota de 22 anos se destaque: Larissa Santos.

Campeã brasileira em 2018, ela chegou a alimentar o sonho de representar o Brasil nas Olimpíadas de 2020. O índice olímpico não veio, mas o sonho continua.

Larissa dos Santos, 22  campeã brasileira de surfe, pratica no Titanzinho(Foto: FABIO LIMA)
Foto: FABIO LIMA Larissa dos Santos, 22 campeã brasileira de surfe, pratica no Titanzinho

"Já participei até dos mundiais que eles competiram, o Ítalo, a Silvana, o Gabriel. Tô sempre praticando e me dedicando para que um dia possa representar o Brasil nas Olimpíadas".

Larissa é praticante da modalidade desde os oito anos de idade. Para ela, a conquista do inédito ouro olímpico servirá para alavancar a modalidade na região.

"Além de ser um brasileiro campeão, é um nordestino. Pra gente, isso abre portas, gera oportunidades. É uma chance de olharem pro surfe. Temos muitos talentos no Titanzinho com grande capacidade, a vitória do Ítalo é uma prova de que o surfe pode mudar uma vida", destaca.

Larissa dos Santos, 22  campeã brasileira de surfe, no Titanzinho(Foto: FABIO LIMA)
Foto: FABIO LIMA Larissa dos Santos, 22 campeã brasileira de surfe, no Titanzinho

 

 

Começou surfando no isopor e hoje ensina

A conquista de Ítalo também traz esperança para o professor de surfe Marciano Silvestre, 27. Diante de um mar tomado por surfistas, ele conta que começou a praticar o esporte usando pedaços de isopor e tábuas. Hoje, com o esporte em crescimento, ele demonstra felicidade com a assiduidade dos jovens da comunidade na prática do surfe.

"É muito gratificante, tô vendo a molecada migrar para o esporte. Agora com as Olimpíadas, depois do que fizeram no skate e no surfe, eles vão enxergar como profissão e vão correr atrás disso", acredita.

LEIA TAMBÉM| Ítalo Ferreira, o campeão olímpico que começou surfando com uma tampa de isopor

 

 

Quer saber mais?

Se você se interessou e quer conhecer um pouco mais, que tal assistir aos vídeos com algumas das principais manobras das duas categorias? Basta clicar abaixo para ver a seleção bacana que OP+ pesquisou e mostra a seguir. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ator Ricardo Macchi posta foto "machucado" para ironizar suposto atentado contra Joice Hasselmann

VIOLÊNCIA
2021-07-29 17:40:11 Autor Tipo Noticia

Na manhã desta quinta-feira, 28, o ator Ricardo Macchi publicou uma sequência de fotos em seu perfil no Instagram, onde aparecia com ferimentos no rosto. Supostamente machucado, o ator parecia ter sofrido algum tipo de agressão e preocupou seus seguidores.

No entanto, tudo não passou de uma tentativa de ironizar o suposto atentado sofrido pela com a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP). "Fui dormir ontem e acordei assim! Não sei o que houve, acho que sofri um atentado", escreveu o ator. "Melhoras deputada, que esse mistério se solucione logo", acrescentou ainda.

Joice apareceu na última sexta-feira, 23, com diversas fraturas e hematomas espalhados pelo corpo e não sabe dizer ao certo como os ferimentos ocorreram. A deputada diz ter acordado no último domingo, 18, no chão do seu apartamento funcional, em Brasília, no meio de uma poça de sangue, com frio e muitas dores pelo corpo.

Após o acontecimento, a parlamentar acionou a Polícia Legislativa, que investiga um possível atentado. Um dos suspeitos também é marido de Joice, o neurocirurgião Daniel França, que estava com ela no local no dia do ocorrido. A deputada, no entanto, nega qualquer suspeita contra o marido.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Bittencourt: Nova despesa tem de ser compensada por arrecadação permanente

ECONOMIA
2021-07-29 17:39:06 Autor Agência Estado Tipo Notícia
O secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt, disse ser "natural" que a criação de um novo programa social seja compensada por uma "arrecadação incerta" como a taxação de dividendos.
No sumário executivo que acompanha a divulgação do resultado primário do governo central, o Tesouro fez uma defesa de regras fiscais e citou que a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) veda a criação de despesas obrigatórias de caráter permanente sem que haja uma compensação.
Bittencourt rebateu matérias que disseram que o governo não poderia compensar o novo programa social com a tributação de dividendos porque a arrecadação é incerta. "Toda arrecadação é estimativa. Se novo programa social fosse compensado por despesa certa, não valeria para a LRF, porque significaria uma piora no meu resultado fiscal", afirmou.
O secretário afirmou ainda que a discussão sobre reduzir a carga de impostos com a reforma tributária só é possível porque a consolidação fiscal vem sendo feita pelo governo.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Bittencourt: Espaço espaço no teto é compatível com R$ 300 de novo programa

ECONOMIA
2021-07-29 17:39:05 Autor Agência Estado Tipo Notícia
O secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt, disse nesta quinta-feira, 29, que o espaço no teto de gastos em 2022 deve ficar entre R$ 25 bilhões e R$ 30 bilhões, o que comportaria uma reformulação no programa Bolsa Família capaz de contemplar 17 milhões de famílias e valor médio de R$ 300 - com foi prometido pelo presidente Jair Bolsonaro. "Esse espaço que estamos vendo seria compatível com programa dessa magnitude", afirmou.
Segundo o secretário, o novo programa está sendo discutido "respeitando todas as regras fiscais". "Esse é o nosso objetivo, entendemos ser a melhor maneira", afirmou.
Ele explicou que recentemente o governo fez uma revisão para baixo nas despesas previstas com pessoal e Previdência, o que terá repercussão também no Orçamento de 2022. "Vamos construir o Orçamento de 2022 com base menor de despesas obrigatórias", disse. Por isso, segundo o secretário, o espaço no teto ficou acima dos R$ 20 bilhões a R$ 25 bilhões que vinham sendo projetados pela equipe econômica.
Bittencourt evitou fazer comentários sobre o que seria a PEC do Bolsa Família citada pelo presidente Jair Bolsonaro em entrevista anteontem a uma rádio. "Devemos, não está definido ainda, mandar uma PEC para acertarmos a questão do Bolsa Família. Se eu não tiver apoio dos partidos de centro, o Bolsa Família não tem como ser reajustado agora para novembro, dezembro", disse o presidente na ocasião.
O secretário do Tesouro respondeu apenas que "colocar um programa especifico na Constituição não é muito tradicional" e tira a flexibilidade de gestão da política fiscal. "Isso vale para Bolsa Família, imunidades tributárias, programas assistenciais. Isso é um problema pro Executivo e para o próprio Legislativo que precisa de um quórum qualificado para fazer qualquer mudança", afirmou.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags