PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Volante da Ponte confia em retorno de Eduardo Baptista e projeta confronto com Chape

Depois de um período longe dos gramados por conta de uma contusão no joelho direito, o volante Jadson voltou a ser relacionado com a Ponte Preta e fará seu retorno no jogo contra a Chapecoense. Recuperado da lesão, o jogador afirma que estava ansioso para voltar a ajudar a Macaca e já projetou partida contra [?]

11:30 | 23/09/2017

Depois de um período longe dos gramados por conta de uma contusão no joelho direito, o volante Jadson voltou a ser relacionado com a Ponte Preta e fará seu retorno no jogo contra a Chapecoense. Recuperado da lesão, o jogador afirma que estava ansioso para voltar a ajudar a Macaca e já projetou partida contra equipe catarinense.

?Sofri bastante, porque é difícil você ver seus companheiros batalharem, passarem por momentos difíceis e não poder ajudar. Sofri bastante neste aspecto, mas aproveitei para me cuidar e voltar 100% para ajudar?, contou o volante, que teve seus últimos dias de trabalho com o treinador Eduardo Baptista.

LEIA MAIS: Eduardo Baptista aposta em fórmula de 2016 e afirma: ?Ponte não vai cair? 

A partida vai ser marcada pelo retorno do treinador, que chegou ao clube de Campinas na última quinta-feira. ?O contato com ele (Eduardo Baptista) foi positivo. Ele é um cara bem enérgico, que costuma motivar bastante os jogadores. O Kleina tinha um perfil diferente, e motivava os jogadores da sua forma. São treinadores de perfis diferentes e a mudança se vê nos treinos?, comentou.

?Sempre que troca um treinador é natural que se chacoalhe um pouco o elenco. Tira todo mundo da zona de conforto e zera para todos. Aqueles jogadores que não vinham jogando, ganham mais oportunidades e isso por si só já motiva bastante?, acrescentou.

Quanto ao adversário deste domingo, Jadson afirmou que o time da Ponte Preta está pronto para enfrentá-los e que o novo técnico soube organizar bem a equipe. ?Sabemos que a Chapecoense é um time bem ofensivo, que gosta de jogar com a bola. Ele procurou armar bem a equipe, com um modelo seguro de jogo, para irmos lá e trazer um resultado positivo. Na fase que estamos não podemos escolher momento e nem adversário. Temos que estudar, colocar o nosso jogo em prática e sair de Chapecó com um bom resultado?, completou.

Gazeta Esportiva

TAGS