Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Renovação de Egídio pode atrapalhar permanência de Prass no Palmeiras

Fernando Prass e Egídio iniciaram a temporada do Palmeiras como titulares absolutos, mas passaram a ser contestados pela torcida e acabaram alternando momentos na reserva e entre os 11 iniciais do Verdão. Com contrato até o final da temporada, a dupla negocia renovação, mas a ampliação do vínculo do lateral-esquerdo pode afetar a do goleiro. [?]
08:15 | Set. 05, 2017
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Fernando Prass e Egídio iniciaram a temporada do Palmeiras como titulares absolutos, mas passaram a ser contestados pela torcida e acabaram alternando momentos na reserva e entre os 11 iniciais do Verdão. Com contrato até o final da temporada, a dupla negocia renovação, mas a ampliação do vínculo do lateral-esquerdo pode afetar a do goleiro.

Conforme publicado pela Gazeta Esportiva, o Palmeiras cogita uma troca do lateral-esquerdo Victor Luis, emprestado ao Botafogo, pelo goleiro paraguaio Gatito Fernandez. O arqueiro, que disputa posição com Jefferson, viria para o Alviverde para ser o substituto de Fernando Prass.

Assim, se a negociação for concretizada, o Verdão poderá se ver obrigado a renovar com Egídio, uma vez que não terá nenhum atleta para a posição para 2018, já que Zé Roberto irá se aposentar.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Da mesma forma, se o camisa 6 não ampliar seu vínculo e Victor Luis retornar ao Palmeiras, Fernando Prass ganharia espaço com Cuca, uma vez que o goleiro Jailson está lesionado e não tem prazo de recuperação estipulado.

Egídio vive momento conturbado no Palmeiras. O lateral foi apontado como um dos maiores culpados pela eliminação alviverde contra o Cruzeiro, pelas quartas de final da Copa do Brasil, que causou o pedido de demissão de Cuca, e ainda perdeu o pênalti decisivo que deixou o Verdão fora da Libertadores, nesta quarta-feira, contra o Barcelona de Guaiaquil.

Prass já reiterou o desejo de renovar com o Palmeiras, mas, como tem contrato apenas até o final de 2017, está livre para assinar com outro clube. De acordo com o presidente Maurício Galiotte, a ideia é estender o vínculo dos dois atletas, porém as negociações não serão realizadas até que o time retome o bom momento perdido com as recentes eliminações.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags