PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Por troféu, Galo recebe o Paraná Clube com força total

O que se imaginava ser um ano de glórias e conquistas, com treinador nível A e jogadores de peso no elenco se transformou em um grande pesadelo. O Atlético foi eliminado das competições mais importantes, perdeu o técnico Roger Machado, vê parte de seu grupo em queda de rendimento e praticamente deu adeus ao Campeonato [?]

20:15 | 01/09/2017

O que se imaginava ser um ano de glórias e conquistas, com treinador nível A e jogadores de peso no elenco se transformou em um grande pesadelo. O Atlético foi eliminado das competições mais importantes, perdeu o técnico Roger Machado, vê parte de seu grupo em queda de rendimento e praticamente deu adeus ao Campeonato Brasileiro, restando, além de tudo, a luta para não cair para a segunda divisão. Mas a Primeira Liga pode representar a salvação do ano para o Galo e a oportunidade de chegar a final será neste sábado, às 19 horas (de Brasília) no Independência, na disputa das semifinais contra o Paraná Clube.

A equipe mineira vai com força total para o duelo. O técnico Rogério Micale vê como importante a competição para dar ritmo a alguns atletas e animar o grupo de uma forma geral.

?Temos muito pouco tempo para pensar até no sábado. Já retornamos no final da tarde. Posso assegurar que vamos com força máxima. Viemos aqui com nossa força máxima. Tínhamos jogadores que precisavam recuperar, outros que vinham com um acúmulo muito grande de jogos e precisavam de uma semana a mais para se restabelecer. Vamos avaliar tudo e vamos com nosso melhor para lá?, salientou o treinador atleticano.

O Galo espera a resposta da fisiologia para saber se poderá contar com Victor, Leo Silva, Fábio Santos, Adilson, Elias e Rafael Moura, todos poupados do último confronto, contra o Internacional. Somente diante disso, Micale poderá dar certeza do time que mandará a campo. Vale ressaltar que Otero e Cazares estão com as seleções.

Para o Paraná Clube, a classificação para as semifinais da competição passando pelo Flamengo deu ao clube a chance de novamente se projetar no cenário nacional, lutar por um título, que está fazendo falta na Vila Capanema, e, principalmente, conseguir recursos financeiros. Por isso, o time vai com força máxima para encarar o Galo.

O técnico Lisca, que recebeu diretamente da diretoria o pedido para não poupar ninguém, acredita que não terá problemas com isso na sequência da Série B, já que o calendário não está tão apertado no momento. ?É administrar bem a situação e contar bem com todo o grupo. Ir com força máxima, dentro do que nós temos. A ideia é essa. O Pastana (diretor de futebol) me passou essa decisão do clube, também falei com o presidente. Seria interessante a gente ir com o que a gente tem de melhor. Dá para recuperar?, avaliou.

Entretanto, mesmo com o esforço para tentar manter a mesma equipe que bateu os cariocas, a tendência é não contar pelo menos com dois jogadores importantes. Os atacantes Minho e Robson, que saíram lesionados da partida das quartas de final, foram vetados pelo departamento médico. Já Alemão e Renatinho serão reavaliados e seguirão como dúvida até momentos antes de a bola rolar.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG X PARANÁ

Local: Estádio Independência, Belo Horizonte (MG)

Data: 02 de setembro, sábado

Horário: 19 horas (de Brasília)

Árbitro: Luis César de Oliveira Magalhães (CE)

Assistentes Helton Nunes (SC) e Renan Aguiar da Costa (CE)

ATLÉTICO ?MG: Giovanni, Marcos Rocha, Gabriel, Bremer, Fábio Santos, Elias, Adilson, Valdívia, Clayton, Robinho e Fred.

Técnico: Rogério Micale.

PARANÁ: Richard; Cristovam, Eduardo Brock, Maidana e Igor; Gabriel Dias, Leandro Vilela, João Pedro e Renatinho; Vinícius Kiss (Vitor Feijão) e Alemão (Felipe Augusto)

Técnico: Lisca

Gazeta Esportiva

TAGS