PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Palmeiras tem dois expulsos e empata com o Galo em jogo de três pênaltis

18:15 | 09/09/2017
NULL
NULL (Foto: )

[FOTO1] Foram quatro pênaltis, sendo três marcados e apenas um convertido. Neste sábado, Atlético-MG e Palmeiras empataram por 1 a 1 no estádio Independência, na abertura da 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, em partida recheada de polêmicas com arbitragem e dois palmeirenses expulsos.

O início de jogo no Independência já deu mostras das polêmicas de arbitragem que viriam a seguir. Com três minutos, Luan impediu finalização de Willian dentro da área com o braço, mas Leandro Pedro Vuaden deixou o jogo seguir. Ainda no primeiro tempo, o árbitro anotou pênalti de Egídio, que Fred cobrou, mas parou em Fernando Prass e seguiu há seis jogos sem marcar. Na sequência, animado pela defesa, o Verdão abriu o placar com Deyverson.

Antes do intervalo, Vuaden anotou nova penalidade, desta vez de Luan, que acabou expulso pelo segundo cartão amarelo. Desta vez, Fábio Santos foi para a bola e cobrou no ângulo esquerdo de Fernando Pras, sem chances para o goleiro.

Na etapa final, antes dos dez minutos, Leonardo Silva desviou cobrança de escanteio com a mão, mas na cobrança, Deyverson bateu muito mal e parou em Victor. Por fim, o atacante do Palmeiras ainda colocou a mão na bola em sua área, mas a arbitragem marcou primeiramente a falta de Fred sobre o palmeirense.

Ainda houve tempo para, aos 32 minutos, o Palmeiras ficar com nove jogadores em campo. Valdivia entrou por cima da bola em disputa com Willian e solou a coxa do palmeirense, que revidou com um chute na virilha do atleticano. O alviverde acabou expulso, enquanto o alvinegro não receber sequer o cartão amarelo.

Com o resultado, o Verdão mantém a quarta posição, agora com 37 pontos (13 a menos do que o líder Corinthians), mas ainda pode ser ultrapassado pelo Flamengo no domingo. Já o Atlético-MG, com 30, ocupa momentaneamente a nona colocação (ainda pode ser ultrapassado no complemento da rodada).

O JOGO

O início de jogo no Independência já deu mostras das polêmicas de arbitragem que viriam a seguir. Com três minutos, Willian recebeu lançamento de Guerra na área e buscou o chute colocado, mas Luan, com os braços abertos, impediu a finalização.

Três minutos depois, O Galo chegou à linha de fundo e cruzou na área, mas a zaga alviverde afastou. No rebote, Luan bateu de primeira e acertou o travessão.

Após o início agitado, o Atlético-MG tomou total controle do jogo, mas não conseguiu criar oportunidades de gol. Apenas Fred tentou voleio dentro da área, mas mandou por cima do gol.

Com 26 jogados, porém, Leandro Pedro Vuaden marcou o primeiro pênalti para o Alvinegro na partida. Egídio disputou bola com Alex Silva na área e o árbitro anulou a penalidade. Há seis jogos sem marcar, Fred foi para a bola, mas Fernando Prass fez linda defesa.

O Alviverde ganhou força com a defesa de pênalti de Fernando Prass e, aos 33 minutos, os visitantes abriram o marcador. Em contra-ataque, Moisés abriu na esquerda para Willian, que driblou fácil a marcação e enfiou para Deyverson. O centroavante bateu de esquerda, rasteiro e mandou para as redes na saída de Victor.

A alegria palmeirense, porém, durou pouco. Aos 39 minutos, Cazares cobrou falta na área, Luan puxou a camisa de Leonardo Silva, e Vuaden marcou nova penalidade. Já amarelado, o zagueiro palmeirense acabou expulso. Na cobrança, desta vez Fábio Santos foi para a bola e cobrou no ângulo esquerdo de Fernando Pras, sem chances para o goleiro

Na etapa final, a rotina de penalidades seguiu no estádio Independência. Aos 10 minutos, Leonardo Silva desviou cobrança de escanteio com a mão, mas na cobrança, Deyverson bateu muito mal e parou em Victor.

Ainda houve tempo para, aos 32 minutos, o Palmeiras ficar com nove jogadores em campo. Valdivia entrou por cima da bola em disputa com Willian e solou a coxa do palmeirense, que revidou com um chute na virilha do atleticano. O alviverde acabou expulso, enquanto o alvinegro não receber sequer o cartão amarelo.

FICHA TÉCNICA

 

 

 

ATLÉTICO-MG 1 X 1 PALMEIRAS

 

Local: Estádio Independência, em São Paulo (SP)

Data: 8 de setembro de 2017, sábado

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Assistentes: Jose Eduardo Calza e Mauricio Coelho Silva Penna (ambos RS)

Público: 15.682 torcedores

Renda: RS 432.613,00

Cartões amarelos: Fred, Alex Silva e Leonardo Silva (ATLÉTICO-MG); Tchê Tchê e Fernando Prass (PALMEIRAS)

Cartão vermelho: Luan (segundo amarelo) e Willian (PALMEIRAS)

GOLS:

ATLÉTICO-MG: Fábio Santos, aos 43 minutos do primeiro tempo

PALMEIRAS: Deyverson, aos 33 minutos da primeira etapa

 

ATLÉTICO-MG: Victor; Alex Silva, Léo Silva, Gabriel, Fabio Santos; Adilson (Robinho), Elias, Cazares (Yago); Luan (Otero), Fred, Valdivia

Técnico: Rogério Micale

 

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Luan, Edu Dracena e Egídio; Tchê Tchê, Jean (Thiago Santos), Moisés e Guerra (Juninho); Willian Deyverson (Dudu)

Técnica: Cuca

 

 


Gazeta Esportiva

TAGS