Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Londrina só empata com o Santa Cruz e se complica na luta pela Série A

O Londrina se complicou na luta por vaga na Série A em 2018. Na noite desta sexta-feira, o clube paranaense apenas empatou no Passo das Emas com o Santa Cruz por 1 a 1. Wellington Cézar abriu o marcador para o Tricolor, mas Ricardinho empatou para os mandantes. Com o resultado, o Tubarão foi aos [?]
23:30 | Set. 22, 2017 Autor - Tipo Notícia

O Londrina se complicou na luta por vaga na Série A em 2018. Na noite desta sexta-feira, o clube paranaense apenas empatou no Passo das Emas com o Santa Cruz por 1 a 1. Wellington Cézar abriu o marcador para o Tricolor, mas Ricardinho empatou para os mandantes.

Com o resultado, o Tubarão foi aos 34 pontos, oito atrás do quarto colocado Vila Nova. O resultado foi ainda pior considerando-se a posição do Santa, que agora soma 28 pontos e está no 15º lugar.

Apesar do placar em branco até o intervalo, o início do primeiro tempo no Passo das Emas teve emoção. O Santa assustou logo aos cinco minutos, com finalização de Wellington Cézar, que foi pela linha de fundo.

Aos sete, o Londrina escapou de sofrer o primeiro gol. André Luís cobrou escanteio na área, Sandro cabeceou e a bola bateu na mão de Edson Silva. Os tricolores pediram pênalti, mas o árbitro mandou seguir. Já no intervalo, o defensor dos mandantes admitiu o toque.

?Bateu, mas estava colado. Graças à Deus que ele não deu. Estamos devendo e vamos procurar impor o nosso ritmo. Temos que caprichar mais no último passe?, disse Edson Silva.

De fato, o último passe do Londrina impediu a criação de jogados ofensivas. A única oportunidade veio aos oito minutos, quando Reginaldo ganhou de Tiago Costa e finalizou por cima do gol de Julio César.

A atuação apática do time paranaense foi suficiente para sustentar a igualdade sem gols na etapa inicial, mas não foi o bastante no segundo tempo. Com 18 minutos, o Santa Cruz finalmente chegou ao seu gol.

Nininho tentou enfiada para André Luís, Quaresma tentou cortar e a bola sobrou para Wellington Cézar. O garoto da base do Santa ficou sozinho na entrada da área e bateu com muita categoria para vencer César.

Atrás no placar, o Londrina não conseguia pressionar, mas chegou ao empate aos 29 minutos. William Henrique cobrou escanteio na área, os defensores do Santa Cruz marcaram bobeira e Ricardinho, livre de marcação, só escorou a bola para empatar.

FICHA TÉCNICA

LONDRINA 1 x 1 SANTA CRUZ

Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)

Data: 22 de agosto de 2017, sexta-feira

Horário: 21h30 (Brasília)

Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)

Assistentes: Herman Brumel Vani (SP) e Vitor Carmona Metestaine (SP)

Cartões amarelos: Germano e Ricardinho (LONDRINA)

GOLS:

LONDRINA: Ricardinho, aos 29 minutos da etapa final

SANTA CRUZ: Wellington Cézar, aos 18 minutos do segundo tempo

LONDRINA: César; Reginaldo, Dirceu, Edson Silva e Quaresma (Ayrton); Germano e Jardel; Celsinho (Ricardinho) e Artur; Alison Safira e Carlos Henrique (William Henrique)

Técnico: Cláudio Tencati

SANTA CRUZ: Julio Cesar; Nininho, Anderson Salles, Sandro e Tiago Costa; Wellington Cézar, João Ananias e Thiago Primão (Natan); Bruno Paulo, André Luís (William Barbio) e Grafite (Ricardo Bueno)

Técnico: Marcelo Martelotte

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Dívida Bruta do governo geral fecha junho a R$ 6,729 trilhões, 84% do PIB, diz BC

ECONOMIA
2021-07-30 11:24:48 Autor Agência Estado Tipo Notícia

Em meio ao aumento dos gastos dos governos para fazer frente à pandemia de coronavírus, a dívida pública brasileira desacelerou em junho em proporção do Produto Interno Bruto (PIB). Dados divulgados nesta sexta-feira pelo Banco Central (BC) mostram que a Dívida Bruta do Governo Geral fechou junho aos R$ 6,729 trilhões, o que representa 84,0% do PIB. Apesar de o endividamento ter crescido nominalmente, o porcentual é menor que os 84,6% de maio (dado revisado). No melhor momento da série, em dezembro de 2013, a dívida bruta chegou a 51,5% do PIB.
A Dívida Bruta do Governo Geral - que abrange o governo federal, os governos estaduais e municipais, excluindo o Banco Central e as empresas estatais - é uma das referências para avaliação, por parte das agências globais de classificação de risco, da capacidade de solvência do País. Na prática, quanto maior a dívida, maior o risco de calote por parte do Brasil.
O BC informou ainda que a Dívida Líquida do Setor Público (DLSP) passou de 59,8% (dado revisado) para 60,9% do Produto Interno Bruto (PIB) em junho. A DLSP atingiu R$ 4,878 trilhões. A dívida líquida apresenta valores menores que os da dívida bruta porque leva em consideração as reservas internacionais do Brasil.
Déficit nominal
O setor público consolidado registrou um déficit nominal de R$ 75,595 bilhões em junho. Em maio, o resultado nominal havia sido deficitário em R$ 37,439 bilhões e, em junho de 2020, deficitário em R$ 210,161 bilhões.
No mês passado, o governo central registrou déficit nominal de R$ 81,274 bilhões. Os governos regionais tiveram saldo positivo de R$ 4,815 bilhões, enquanto as empresas estatais registraram superávit nominal de R$ 864 milhões.
O resultado nominal representa a diferença entre receitas e despesas do setor público, já após o pagamento dos juros da dívida pública. Em função da pandemia do novo coronavírus, que reduziu a arrecadação dos governos e elevou as despesas, o déficit nominal tem sido mais elevado nos últimos meses.
No primeiro semestre, o déficit nominal somou R$ 150,634 bilhões, o que equivale a 3,66% do PIB. Em 12 meses até junho, há déficit nominal de R$ 589,695 bilhões, ou 7,36% do PIB.
Gasto com juros
O setor público consolidado teve despesas de R$ 10,086 bilhões com os juros da dívida pública em junho, após ter encerrado maio com gastos de R$ 21,897 bilhões, informou o Banco Central.
Além de registrar os gastos propriamente ditos do setor público com os juros da dívida pública, esta rubrica contabiliza os resultados do Banco Central com seu estoque de swaps a cada mês. Em função disso, é possível que haja, em alguns meses, resultado positivo na rubrica de juros, como ocorreu em abril.
Conforme o BC, o governo central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) teve no mês passado despesas na conta de juros de R$ 6,191 bilhões. Os governos regionais registraram gastos de R$ 3,576 bilhões e as empresas estatais, despesas de R$ 319 milhões.
No primeiro semestre, o gasto com juros somou US$ 145,426 bilhões, o que representa 3,53% do PIB. Em 12 meses até junho, as despesas com juros atingiram R$ 284,239 bilhões (3,55% do PIB).
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Incerteza da economia recua 3 pontos em julho, diz FGV

Economia
2021-07-30 11:21:04 Autor Agência Brasil Tipo Notícia

O Indicador de Incerteza da Economia brasileira, calculado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), recuou 3 pontos de junho para julho deste ano. Com isso, o indicador chegou a 119,3 pontos, retornando ao nível de maio de 2021.

Os dois componentes do índice apresentaram queda. O componente de Mídia, baseado na frequência de notícias com menção à incerteza na imprensa, recuou 2,8 pontos, para 118,9 pontos.

O componente de Expectativas, que mede a previsão de analistas econômicos para os 12 meses seguintes, recuou pela quarta vez consecutiva. A queda foi de 2,5 pontos e levou a expectativa para 113,2 pontos, menor nível desde janeiro de 2020 (112,5).

“A melhora dos números da pandemia no Brasil e a recuperação gradual da atividade econômica motivaram a redução do nível de incerteza no mês”, disse a economista da FGV Anna Carolina Gouveia. “Para um recuo mais expressivo das incertezas neste segundo semestre de 2021, é preciso que os fatores que motivaram a queda do indicador em julho continuem melhorando de forma sustentável nos próximos meses”.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Butantan entrega 1,2 milhão de doses da Coronavac ao governo federal

Saúde
2021-07-30 11:20:44 Autor Agência Brasil Tipo Notícia

O Instituto Butantan entregou hoje (30) mais 1,2 milhão de doses da vacina Coronavac ao Programa Nacional de Imunizações (PNI). Com esta nova remessa, o instituto totaliza 62,849 milhões de doses fornecidas ao Ministério da Saúde desde 17 de janeiro deste ano, quando o uso emergencial do imunizante contra a covid-19 foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo dados do governo estadual de São Paulo, desde o dia 14 de julho até hoje, foram entregues 9,7 milhões de doses da vacina, que são referentes à produção de um lote de doses processadas pelo instituto a partir dos 6 mil litros de ingrediente farmacêutico ativo (IFA), recebidos no dia 26 de junho.

Na madrugada do último dia 13, o Butantan recebeu mais 12 mil litros de IFA para produzir e entregar outras 20 milhões de doses. As vacinas liberadas hoje fazem parte do segundo contrato firmado com o Ministério da Saúde, de 54 milhões de vacinas. O primeiro, de 46 milhões, foi concluído em 12 de maio.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Tóquio: Evandro e Bruno Schmidt avançam às oitavas no vôlei de praia

Esportes
2021-07-30 11:20:20 Autor Agência Brasil Tipo Notícia

A dupla brasileira de vôlei de praia Evandro e Bruno Schmidt venceu, de virada, nesta sexta-feira, os poloneses Bryl e Fijalek, com parciais de 19/21, 21/14 e 17/15. O confronto foi realizado no Parque Shiokaze, na capital Tóquio. Com este triunfo, eles asseguraram a classificação para as oitavas de final na Olimpíada.

Os adversários na próxima fase do torneio olímpico serão definidos após os jogos de outras seleções. A fase de grupos encerrará na madrugada deste sábado (31).

São Paulo tem mais uma madrugada gelada

Geral
2021-07-30 11:19:59 Autor Agência Brasil Tipo Notícia

A capital paulista amanheceu hoje (30) com a temperatura mínima de 4,3°C, de acordo com as medições do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) no Mirante de Santana, zona Norte da cidade. Ontem foi registrada temperatura na casa dos 5,3%. A menor temperatura recente foi em 13 de junho de 2016, quando se registrou 3,5°C. 

“Considerando os registros recentes de 2000 até 2021, foi a 2ª menor temperatura registrada em 21 anos, só perdendo dos 3,5°C de em 2016 e depois sendo superada pelo ano de 2000, que teve registros de mínimas entre 4,5°c e 4,1°C”, diz o Inmet em seu boletim meteorológico. 

Segundo o boletim, na estação do Sesc-Interlagos, zona Sul, a estação automática do Inmet registrou 3,6°C, recorde da estação, que foi aberta em março de 2018. O recorde anterior era o de ontem, com 4,1°C. Em Barueri, no oeste da região metropolitana de São Paulo, a temperatura chegou a 1,5°C. 

Previsão

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da prefeitura de São Paulo, a sexta-feira deve ter predomínio de sol, que pode ajudar a diminuir a sensação de frio, entretanto as temperaturas não devem passar dos 15°C. Os índices de umidade entram em declínio e devem atingir valores próximos aos 40% no período da tarde e não há expectativa de chuva.

Apesar da massa de ar polar começar a enfraquecer no decorrer dos dias, as madrugadas ainda serão geladas na cidade. O sábado (31) deve apresentar mais uma madrugada gelada, com formação de geadas e termômetros oscilando em torno dos 6°C. No decorrer do dia o sol favorece a gradativa elevação das temperaturas, com máximas que podem chegar aos 17°C.

No domingo (1ª) persistem as condições de temperaturas baixas durante a madrugada e em gradativa elevação no decorrer do dia. Os termômetros variam entre mínimas de 8°C e máximas que podem chegar aos 19ºC. O sol aparece entre nuvens.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags