PUBLICIDADE
Futebol


Jô insiste que time está jogando bem, mas entende desconfiança

O centroavante Jô se mostra despreocupado diante das câmeras de televisão a cada nova decepção do Corinthians. Já foram quatro nos últimos cinco compromissos, o que gerou desconfiança em relação ao verdadeiro potencial do líder do Campeonato Brasileiro. Até então invicto, o time perdeu por 1 a 0 em casa para Vitória e Atlético-GO, que [?]

17:15 | 14/09/2017

O centroavante Jô se mostra despreocupado diante das câmeras de televisão a cada nova decepção do Corinthians. Já foram quatro nos últimos cinco compromissos, o que gerou desconfiança em relação ao verdadeiro potencial do líder do Campeonato Brasileiro. Até então invicto, o time perdeu por 1 a 0 em casa para Vitória e Atlético-GO, que lutam contra o rebaixamento, e ainda caiu por 2 a 0 diante do Santos, na Vila Belmiro. Na quarta-feira, voltou a Itaquera e cedeu um empate por 1 a 1 ao argentino Racing, pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana.

?O que nos preocupa são os resultados, e não a maneira de jogar. Analisando os números friamente, estamos bem, mas muita gente não quer saber de posse de bola, finalização. O que nos deixa tranquilos é justamente o jeito como estamos jogando. É claro que não estamos com a eficiência de antes, mas qualquer clube do mundo passa por uma fase difícil. Ainda somos líderes?, defendeu Jô, após fazer um leve trabalho regenerativo no CT Joaquim Grava, na tarde desta quinta-feira.

Nem todo o mundo pensa como o centroavante. O técnico Fábio Carille tem citado recorrentemente os erros de passe e finalização apresentados pelo Corinthians a partir do segundo turno do Brasileiro, enquanto alguns torcedores já temem a aproximação de Grêmio e Santos na tabela de classificação ? o líder soma 50 pontos, contra 43 e 41, respectivamente, dos seus principais perseguidores.

?Depois de fazer um primeiro turno como aquele, o que está acontecendo gera dúvidas em qualquer ser humano. Estava tudo fantástico. Aí, perdemos duas vezes em casa, e o torcedor já fica naquela de ?será que vai dar??. É natural. Mas quem está aqui dentro sabe o quanto trabalhamos. As dúvidas que existem, mesmo com quase 100% da torcida ainda confiando, não vão atrapalhar o ano que está sendo maravilhoso e tem tudo para acabar bem?, bradou Jô, acrescentando duas vezes que ?ninguém está de sacanagem?.

Com os seus jogadores empenhados ou não, atuando bem ou mal, o Corinthians precisa voltar a vencer. Até o otimista Jô sabe que um triunfo sobre o Vasco, no domingo, em Itaquera, é crucial para afastar o mau momento que assombra o líder do Campeonato Brasileiro.

?Não acredito em sorte. Acredito em trabalho, competência. Vamos ter calma. O que aconteceu serve de aprendizado para não lamentarmos lá na frente. Sabemos que estamos muito próximos do título e que não podemos mais vacilar. A margem de erro já foi. Hoje, dá para corrigir. Se deixarmos passar, não vai dar. É só ligar esse alertinha porque tudo está dentro da realidade?, tranquilizou Jô. ?Quem conhece futebol sabe que o nosso time está jogando bem?, insistiu mais uma vez.

Gazeta Esportiva

TAGS