PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Infecção cutânea de Michel Bastos aumenta força de Egídio como titular

O experiente Michel Bastos, com uma infecção cutânea, está vetado por tempo indeterminado no Palmeiras. A ausência do ex-jogador da Seleção Brasileira aumenta a força de Egídio como titular na lateral esquerda do elenco comandado por Cuca. Criticado pela torcida por falhar na disputa por pênaltis contra o Barcelona de Guaiaquil, Egídio foi preservado pelo [?]

12:15 | 20/09/2017

O experiente Michel Bastos, com uma infecção cutânea, está vetado por tempo indeterminado no Palmeiras. A ausência do ex-jogador da Seleção Brasileira aumenta a força de Egídio como titular na lateral esquerda do elenco comandado por Cuca.

Criticado pela torcida por falhar na disputa por pênaltis contra o Barcelona de Guaiaquil, Egídio foi preservado pelo treinador palmeirense nos confrontos com Vasco, Chapecoense e São Paulo. Michel Bastos participou dos três jogos, sem grande destaque.

Durante o treinamento da última terça-feira, na Academia de Futebol, o departamento médico do Palmeiras informou que Michel Bastos foi diagnosticado com erisipela, uma infecção na pele. Aos 34 anos de idade, o jogador não tem prazo para retomar as atividades normalmente.

Em sua volta ao time, Egídio foi escalado como titular no empate por 1 a 1 contra o Atlético-MG e, logo no primeiro tempo, cometeu um pênalti, defendido por Fernando Prass. Diante do Coritiba, no reencontro com a torcida em São Paulo, o lateral esquerdo teve atuação consistente.

Cuca já reiterou que considera Egídio o melhor lateral esquerdo disponível no elenco. Com Michel Bastos sem prazo para retornar, o camisa 6 ganha ainda mais força para manter a titularidade. A ideia de escalar Zé Roberto, de 43 anos, como ala não agrada ao treinador palmeirense.

Às 16 horas (de Brasília) deste domingo, provavelmente com Egídio na condição de titular, o Palmeiras enfrenta o Fluminense, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 40 pontos ganhos, 13 a menos que o líder Corinthians, o time alviverde ocupa o quarto lugar do torneio.

A 14 rodadas do fim do Campeonato Brasileiro, Egídio tem futuro incerto no Palmeiras, já que seu vínculo termina no final desta temporada ? o lateral, portanto, já poderia assinar com outra agremiação. Contratado em 2015, ele tem 94 jogos pelo clube alviverde e conta com a boa vontade de Cuca para chegar aos três dígitos.

Gazeta Esportiva

TAGS