PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Evair absolve Jô e ex-dirigente corintiano rebate Euriquinho

A polêmica vitória do Corinthians sobre o Vasco foi o tema principal da edição deste domingo do programa Mesa Redonda, da TV Gazeta. O antigo centroavante Evair, convidado pela atração, absolveu Jô. Já Romeu Tuma Júnior, ex-dirigente do clube paulista, rebateu o vascaíno Euriquinho. No único gol da partida disputada na arena de Itaquera, Jô [?]

09:15 | 18/09/2017

A polêmica vitória do Corinthians sobre o Vasco foi o tema principal da edição deste domingo do programa Mesa Redonda, da TV Gazeta. O antigo centroavante Evair, convidado pela atração, absolveu Jô. Já Romeu Tuma Júnior, ex-dirigente do clube paulista, rebateu o vascaíno Euriquinho.

No único gol da partida disputada na arena de Itaquera, Jô usou o braço para marcar após cruzamento de Marquinhos Gabriel pela direita. Intensamente criticado pela jogada, o centroavante foi absolvido por Evair, com passagens por clubes como Palmeiras, Vasco e São Paulo, além da Seleção Brasileira.

?Eu acho que o Jô não precisaria se acusar. Uma decisão como essa, na minha opinião, deve ser tomada pela arbitragem. São eles que devem decidir e dizer se está certo ou errado?, declarou Evair, defendendo o uso de recursos de vídeo em lances polêmicos. ?Poderíamos muito bem já estar nesse nível?, pontuou.

Insatisfeito com o desenrolar da partida disputada neste domingo, Euriquinho, vice-presidente de futebol do Vasco, chamou o lance de ?absurdo? e ainda reclamou do tratamento recebido na arena corintiana. Ao contestar o dirigente cruzmaltino, Tuma Júnior lembrou o polêmico Eurico Miranda.

?É brincadeira ouvir o filho do Eurico Miranda falar que o jogo foi roubado. Como se o pai dele fosse um exemplo de dignidade, caráter e sucesso, de pessoa bem colocada na vida, que tenha dado exemplo à sociedade como dirigente, parlamentar e cidadão?, declarou.

Romeu Tuma Júnior, diretor de futebol do Corinthians durante os anos 1990, já anunciou o projeto de participar das próximas eleições presidenciais do clube, marcadas para fevereiro de 2018. Ex-delegado e ex-deputado estadual, ele ficou irritado com as declarações de Euriquinho, que sugeriu dar ?a taça logo ao Corinthians?.

?O filho do Eurico Miranda pagar de paladino da justiça em cima do Corinthians, que está a 20 pontos do Vasco, por causa de um gol desses? É brincadeira! E o Corinthians não tem um dirigente para rebater o que esse cara falou. ?Entrega a taça para eles?. Como se a gente estivesse assaltando campeonato!?, reclamou o oposicionista.

Gazeta Esportiva

TAGS