PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Espanha domina a Itália e fica perto de vaga na Copa do Mundo

No duelo de gigantes desta rodada das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo, a Espanha mostrou-se bastante confiante e dominou a Itália no Santiago Bernabéu. Com grande atuação de Isco, os donos da casa dispararam 3 a 0 sobre os italianos (dois do meia e um de Morata), chegaram a 19 pontos na tabela [?]

18:00 | 02/09/2017

No duelo de gigantes desta rodada das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo, a Espanha mostrou-se bastante confiante e dominou a Itália no Santiago Bernabéu. Com grande atuação de Isco, os donos da casa dispararam 3 a 0 sobre os italianos (dois do meia e um de Morata), chegaram a 19 pontos na tabela de classificação e abriram três da Azzurra, que perdeu sua invencibilidade.

Com o resultado, mesmo restando ainda três partidas para o encerramento, a Fúria fica próxima de uma vaga na Copa do Mundo, já que terá pela frente Liechtestein, Albânia e Israel. Em jogos contra os outros times do grupo, por sinal, tanto os espanhóis quanto os italianos, que fecham sua participação Israel, Macedônia e Liechtestein, ostentam 100% de aproveitamento.

O jogo começou praticamente 1 a 0 para os donos da casa, já com a boa participação do meia madridista, que lançou Asensio entre os zagueiros e viu o canhoto ser derrubado por Bonucci na entrada da área. Mostrando moral diante de nomes como Silva e Iniesta, Isco pegou a bola, bateu por cima da barreira, forte, e não precisou mandar tão no canto para vencer Buffon.

Os italianos quase conseguiram o empate aos 21 minutos, quando Darmian desceu pela direita e cruzou na cabeça de Belotti. Bem posicionado, o centroavante testou forte e exigiu linda defesa de De Gea, espalmando para o lado. Na resposta, aos 30, Carvajal recebeu na área e chutou cruzado, a bola desviou em Bonucci e passou raspando a trave de Buffon.

Ainda antes do intervalo, porém, Isco voltou a mostrar suas armas e ampliou a vantagem dos donos da casa. Após troca de passes dos espanhóis na entrada da área, o armador recuou para a função que comumente exerce no Real, limpou para o pé esquerdo e chutou rasteiro. A bola saiu cruzada, mais uma vez sem chances de defesa para o arqueiro italiano.

Logo no começo do segundo tempo, os visitantes quase diminuíram, mas mais uma vez pararam em De Gea. Primeiro foi Insigne, que recebeu na entrada da área e chutou de primeira, parando no goleiro. No rebote, Candreva chutou cruzado e Belotti desviou, mas a bola bateu em Piqué e ficou tranquila para De Gea agarrar e acabar com o perigo.

Mais bem fisicamente do que os rivais, os donos da casa pouparam-se na defesa e precisaram de uma escapada para chegar ao gol decisivo. Em contra-ataque puxado por Morata, Sergio Ramos fez a ultrapassagem surpreendente pela direita, chegou à linha de fundo e cruzou rasteiro para o centroavante. Antes de Bonucci, Morata bateu de esquerda e selou o 3 a 0.

Gazeta Esportiva

TAGS