PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Dorival não faz contas para São Paulo se salvar: ?É ponto a ponto?

Não fazer contas. Esse é o pensamento do técnico Dorival Júnior na luta do São Paulo contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. O treinador entende que o elenco tem de pensar jogo a jogo, sem ansiedade e preocupações de longo prazo. O triunfo por 2 a 1 sobre o Vitória, no último domingo, em Salvador, [?]

07:15 | 19/09/2017

Não fazer contas. Esse é o pensamento do técnico Dorival Júnior na luta do São Paulo contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. O treinador entende que o elenco tem de pensar jogo a jogo, sem ansiedade e preocupações de longo prazo.

O triunfo por 2 a 1 sobre o Vitória, no último domingo, em Salvador, não serviu para tirar o Tricolor da zona de descenso. Com 27 pontos ganhos em 24 rodadas, a equipe é a 17ª colocada e tem como próximo compromisso o clássico contra o Corinthians, domingo, no Morumbi.

?Eu não faço projeções. É rodada a rodada, ponto a ponto. Toda vez que acaba a rodada, vamos olhar o que aconteceu. Uma vitória não nos deixará tranquilos, nem uma derrota nos deixará em desespero. Temos de pontuar sempre?, afirmou o comandante.

A efeito de comparação, o clube rebaixado com o melhor desempenho na história do Brasileiro de pontos corridos foi o Coritiba, que somou 45 pontos na edição de 2009. Com 46, equipe nenhuma caiu para a Série B.

A 14 rodadas para o término do Brasileiro, o São Paulo precisa somar mais 19 pontos para se garantir na primeira divisão nacional do ano que vem, portanto. Essa pontuação pode vir com seis vitórias e um empate (ou cinco vitórias e quatro empates), o que elimina qualquer margem de erros ao Tricolor.

?O que podia errar, acabou já errando dentro da competição. Temos que ter essa consciência. O espírito que vi (contra o Vitória) é um sinal muito claro de que alguma coisa está começando a mudar?, pontuou Dorival, que não sei deixou empolgar pelo resultado na Bahia.

A derrota do São Paulo por 2 a 1 para o Coritiba, que sucedeu à épica vitória por 4 a 3 sobre o Botafogo, serve de exemplo no Morumbi, para que o mesmo não ocorra diante do arquirrival Corinthians.

?Não posso ter outra postura, ainda estamos na zona de rebaixamento. Vejo agora uma equipe mais consciente. Vamos trabalhar muito por um grande resultado, mas fatalmente não acontecerá em razão desse momento passado com o Coritiba. Sinto os jogadores muito mais confiantes e interessados com o momento do clube?, explicou Dorival.

Gazeta Esportiva

TAGS