PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Ceferin quer ajuda dos governos para manter competitividade no futebol

Aleksander Ceferin defendeu, nesta quarta-feira, a necessidade de que as leis nacionais e europeias permitam a implementação de medidas que garantam o equilíbrio. O presidente da Uefa ainda considerou, durante Congresso Extraordinário em Genebra, que é fundamental que ?as equipes pequenas possam continuar competindo nas grandes ligas e que, assim, possa ser mantido o sonho [?]

16:15 | 20/09/2017

Aleksander Ceferin defendeu, nesta quarta-feira, a necessidade de que as leis nacionais e europeias permitam a implementação de medidas que garantam o equilíbrio. O presidente da Uefa ainda considerou, durante Congresso Extraordinário em Genebra, que é fundamental que ?as equipes pequenas possam continuar competindo nas grandes ligas e que, assim, possa ser mantido o sonho para todos?.

?Isso (a imprevisibilidade e a competitividade) é o que faz o futebol tão especial. Esta é a magia do futebol. Temos que proteger isso antes que seja tarde demais?, disse o executivo esloveno, que se mostrou aberto a ?todas e cada uma das propostas que possam fazer bem ao esporte?.

?Limites salariais, imposto de luxo, limites nas equipes, evolução do fair play, reforma no sistema de transferências, a criação de uma instituição para controlar os fluxos financeiros, restrições às comissões pagas aos agentes, a introdução de taxas de solidariedade para ajudar o futebol amador e feminino, limites de transferências, proibição de múltipla propriedade e fortalecimento de regras de utilização de jogadores formados localmente?.

Ceferin também afirmou que a Uefa está comprometida em conseguir em buscar o equilíbrio competitivo e que ele espera que os críticos da atual situação do futebol, mas que não ajudam a mudá-la, permitam alterações nas regras. Ele também disse que a Uefa continua tentado alcançar a transparência e a o maior profissionalismo.

Gazeta Esportiva

TAGS