PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Buffon se derrete à Juventus e exalta ex-jogador Ronaldo

Um dos maiores ídolos do futebol mundial e grande símbolo da Juventus, Gianluigi Buffon não esconde seu sentimento de gratidão e amor ao clube italiano. Em entrevista ao Marca, o goleiro campeão do Mundo em 2006, revelou um dos principais motivos que culminaram na derrota da equipe italiana na última final da Liga dos Campeões diante [?]

16:45 | 04/09/2017

Um dos maiores ídolos do futebol mundial e grande símbolo da Juventus, Gianluigi Buffon não esconde seu sentimento de gratidão e amor ao clube italiano. Em entrevista ao Marca, o goleiro campeão do Mundo em 2006, revelou um dos principais motivos que culminaram na derrota da equipe italiana na última final da Liga dos Campeões diante do Real Madrid, exaltou a qualidade e a dificuldade de enfrentar Ronaldo, além das opiniões contundentes sobre a realidade do futebol.

O ex-atacante brasileiro Ronaldo foi considerado pelo goleiro o jogador mais difícil que enfrentou em toda sua carreira, que guarda duelos contra Cristiano Ronaldo e Messi, os maiores da atualidade. ?Posso dizer que poucos atacantes me deram medo em todos estes anos. Ronaldo foi o mais temido e difícil que enfrentei, com certeza. Costumo dizer que atletas como ele são criados em laboratório, não podem ser humanos. Ele era o protótipo do jogador perfeito. Potência, velocidade, técnica e intuição?ele tinha tudo isso e deixava qualquer um de boca aberta com seu futebol?, afirmou Buffon.

A final da Liga dos Campeões realizada em Cardiff ainda está na mente do arqueiro italiano, que revelou o principal motivo da derrota. ?Não posso negar a superioridade e o merecimento do título do Real Madrid. Nosso erro foi tentar jogar como eles, abertos, corpo a corpo, algo que não estamos acostumado. Os times italianos são conhecidos pela sua solidez e consistência defensiva, mas naquela partida fugimos da essência?, disse.

A realidade do futebol mundial não faz parte dos princípios de Buffon. Para o goleiro, as coisas mudaram muito de quando ele começou no esporte. ?Hoje tudo é um grande negócio, nada faz mais sentido. O futebol me permitiu viver coisas incríveis e emoções que nunca imaginei passar. Essa emoção é a única coisa inestimável que esse esporte me proporcionou. Alguns momentos e ambientes que ficarão para sempre, mas só isso?, declarou o atleta italiano.

A grande carreira nos gramados não motiva Buffon a continuar no futebol, nem mesmo como treinador. ?Apesar da minha idade, não penso muito sobre o futuro porque acredito que prejudica o foco e o meu momento é mais importante. Não acredito que eu me torne treinador, pois é um trabalho muito complicado e estressante. Jogo fazem mais de 20 anos e me dedico muito a isso, preciso me afastar de uma vez?, completou o ídolo da Juventus.

 

 

 

Gazeta Esportiva

TAGS