PUBLICIDADE
Futebol

Blandi marca dois, San Lorenzo vence Lanús e abre boa vantagem

O estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires, foi palco do duelo argentino entre San Lorenzo e Lanús, nesta quarta-feira. A primeira partida das quartas de final da Copa Libertadores contou com um San Lorenzo imponente, que fez valer o mando de jogo e venceu pelo placar de 2 a 0, largando na frente na vaga […]

21:30 | 13/09/2017

O estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires, foi palco do duelo argentino entre San Lorenzo e Lanús, nesta quarta-feira. A primeira partida das quartas de final da Copa Libertadores contou com um San Lorenzo imponente, que fez valer o mando de jogo e venceu pelo placar de 2 a 0, largando na frente na vaga para as semifinais do torneio internacional.

O Ciclón, como é conhecido o San Lorenzo, iniciou a partida buscando o campo de ataque e abdicando do sistema defensivo. Mesmo deixando espaços para o Lanús, o San Lorenzo não sofreu investidas do adversário e se dedicou a construir um placar favorável. No primeiro tempo, o artilheiro Blandi fez jogada típica de pivô e abriu o placar. Já na segunda etapa, o centroavante cobrou pênalti e ampliou.

Com o resultado, o San Lorenzo abre boa vantagem para a partida de volta. O jogo acontece no próximo dia 21 de setembro, às 21h45 (de Brasília), no estádio La Fortaleza. O San Lorenzo, que penou para avançar à fase mata-mata, após se classificar em grupo que contava com Flamengo e Atlético Paranaense, pode perder até por um gol de diferença que garante vaga na semifinal. Qualquer resultado de empate também leva o Ciclón à próxima fase.

O jogo – Jogando em casa, o San Lorenzo se impôs e dominou o primeiro tempo da partida. Incisivo, o mandante exigiu maior participação do goleiro Andrada, que salvou o Lanús logo no início do jogo, ao defender finalização mascada de Blandi. Com claro domínio no meio-campo, o Ciclón seguiu no campo de ataque.

Aos 20 minutos, a primeira chance clara de gol da partida. Mussis carregou a bola com tranquilidade e chutou de fora da área. A bola variou e quase enganou o goleiro Andrada, que conseguiu espalmar para a lateral. Com menos intensidade na partida, o Lanús conseguiu encaixar a primeira jogada ofensiva poucos minutos depois de ser pressionado. Pasquini arriscou de fora da área e Navarro defendeu em dois tempos.

Após muito pressionar e ser incentivado pela torcida, o San Lorenzo abriu o placar. Quando o Lanús crescia na partida, Mercier descolou bom passe para o centroavante Blandi, que dominou e finalizou na saída de Andrada. Com o revés sofrido, o Lanús voltou a ficar tímido em campo e o Ciclón aproveitou para avançar sua linha de marcação. Antes do intervalo, Cerutti driblou o goleiro adversário e cruzou para a pequena área, mas Merlini não chegou a tempo.

Logo no início do segundo tempo, a torcida do San Lorenzo foi presenteada com o segundo gol do jogo. Gómez tentou fazer jogada individual dentro da pequena área, perdeu a bola e derrubou Blandi. O juiz prontamente marcou penalidade máxima. Na cobrança, Blandi assumiu a responsabilidade, chutou firme no meio do gol e saiu para comemorar seu segundo gol na partida.

Com o gol, a torcida dos Cuervos se animou e passou a incentivar ainda mais o time, mas, em campo, a equipe não correspondeu e passou a recuar sua linha de marcação e deixar a bola nos pés do Lanús, que quase descontou. Sand recebeu bom passe rasteiro e bateu de primeira. Navarro, pouco exigido durante o primeiro tempo, defendeu com o pé direito e salvou o San Lorenzo.

Após o susto, o time da casa renunciou o ataque e manteve postura defensiva. Mesmo com mais de 60% de posse de bola, o Lanús não conseguia trabalhar jogadas ofensivas e não incomodou o San Lorenzo até o final da partida, amargando o resultado negativo.

FICHA TÉCNICA

SAN LORENZO 2 X 0 LANÚS 

Local: Estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires (ARG)

Data: 13 de setembro de 2017, quarta-feira

Horário: 19h15 (de Brasília)

Cartões amarelos: Gabriel Rojas, Mercier, Merlini e Blandi (San Lorenzo); José Gómez (Lanús)

GOLS:

SAN LORENZO: Blandi aos 33 minutos do primeiro tempo e aos 5 do segundo


SAN LORENZO: Nicolás Navarro; Paulo Díaz, Angeleri, Caruzzo e Gabriel Rojas; Mercier, Mussis, Cerutti (Raniero), Belluschi (Quignón), Merllini (Botta); Blandi

Técnico: Diego Aguirre

LANÚS: Andrada; José Gómez, Guerreño, Braghieri e Maxi Velásquez; Marcone, Román, Pasquini e Alejandro Silva (Marcelino Moreno); José Sand (German Denis) e Lautaro Acosta

Técnico: Jorge Almirón

Gazeta Esportiva