PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Zé Ricardo terá boa recepção do elenco no Vasco

A chegada de um novo treinador sempre muda a rotina de um clube e acaba mexendo com o emocional dos atletas. Muitas vezes o comandante é recebido com desconfiança e demora para ganhar a simpatia e a confiança do elenco. Mas no caso de Zé Ricardo, boa parte dessas etapas serão agilizadas quando ele assumir [?]

12:15 | 24/08/2017

A chegada de um novo treinador sempre muda a rotina de um clube e acaba mexendo com o emocional dos atletas. Muitas vezes o comandante é recebido com desconfiança e demora para ganhar a simpatia e a confiança do elenco. Mas no caso de Zé Ricardo, boa parte dessas etapas serão agilizadas quando ele assumir o comando do Vasco, a partir da próxima semana.

O treinador, anunciado na noite de quarta-feira e que será apresentado nesta sexta-feira, não estará no banco de reservas no clássico contra o Fluminense no próximo sábado, às 16h (de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Nesta ocasião o Cruz-Maltino será dirigido pelo auxiliar-técnico Valdir Bigode, que faz parte da comissão técnica permanente da Colina e que foi artilheiro do time na década de 90.

No Vasco, Zé Ricardo será recepcionado por um elenco empolgado com a troca do comando técnico, pois Milton Mendes tinha problema de relacionamento com vários jogadores. Os mais veteranos, como o meia Nenê e o atacante Luis Fabiano, já colheram com colegas de Flamengo notícias sobre o estilo de trabalhar de Zé, que deixou o clube da Gávea demitido há duas semanas, e as impressões foram as melhores possíveis.

Os mais jovens também estão animados com a chegada de Zé Ricardo, pois o treinador é considerado especialista em valorizar os atletas relevados nas categorias de base. No Flamengo, ele conduziu o time ao título da Copa São Paulo de Juniores em 2016.

Entre os dirigentes existe ainda a certeza de que a escolha por Zé Ricardo foi a melhor. O treinador é visto como estudioso e sem os vícios que muitos nomes considerados medalhões acabam trazendo. A ideia é que Zé possa repetir em São Januário parte do grande trabalho demonstrado no ano passado no Flamengo, quando assumiu o time na parte de baixo da tabela de classificação e o levou a uma vaga na Copa Libertadores, inclusive brigando pelo título.

Alheio à chegada de Zé Ricardo, Valdir Bigode define nesta sexta-feira o time do Vasco para o clássico no treino previsto para a parte da manhã. Depois, começa o período de concentração para o clássico.

Gazeta Esportiva

TAGS