PUBLICIDADE
Futebol


Transferência de Neymar atinge patamares de negócios corporativos

Os números que envolvem a transferência de Neymar para o Paris Saint-Germain são comentados constantemente e viraram objeto de análise. Um estudo realizado por especialistas da Thomson Reuters revelou que a compra do jogador brasileiro pode ser comparada a transações comerciais realizadas por grandes empresas comerciais. A negociação de 222 milhões de euros (cerca de [?]

13:46 | 10/08/2017

Os números que envolvem a transferência de Neymar para o Paris Saint-Germain são comentados constantemente e viraram objeto de análise. Um estudo realizado por especialistas da Thomson Reuters revelou que a compra do jogador brasileiro pode ser comparada a transações comerciais realizadas por grandes empresas comerciais.

A negociação de 222 milhões de euros (cerca de R$ 822 milhões) entre PSG e Barcelona é a 30° maior aquisição realizada por uma empresa francesa, no caso o clube francês, de um ativo brasileiro. Neymar é a maior transferência da história do futebol e, ao mesmo tempo, um dos maiores negócios da história do universo corporativo. Algo passível de discussão são as cifras que o mundo do futebol tem atingido, cada vez mais próximas do segmento industrial.

O jogador brasileiro é o único esportista a aparecer no ranking de maiores aquisições comerciais. Em primeiro lugar, a compra da Global Village Telecom (GVT) por 1,2 bilhão de euros (cerca de R$ 4,4 bilhões) realizada pelo grupo de mídia francês Vivendi em 2010, que há dois anos foi adquirido pela espanhola Telefónica. Para efeito de comparação, a aquisição de Neymar pelo PSG tem uma escala semelhante ao acordo de 229 milhões de euros envolvendo a venda da usina hidrelétrica Ponte de Pedra pela companhia francesa Suez, em 2008.

Gazeta Esportiva

TAGS