PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Transação de Neymar para o PSG pagaria reforma do Castelão para a Copa e construção do CFO

Bruno Balacó
16:45 | 03/08/2017
NULL (Foto: )
NULL (Foto: )

[FOTO1] O mundo testemunhou nesta quinta-feira (3) a confirmação da transação mais cara da história do futebol, envolvendo a transferência de Neymar do Barcelona ao PSG, da França. Para contratar o atacante brasileiro, o clube francês desembolsou 222 milhões de euros (R$ 820 milhões).  

A título de comparação, essa quantia seria suficiente para bancar toda a reforma de modernização da Arena Castelão para a Copa do Mundo, orçada em R$ 518,6 milhões, e ainda pagaria construção do Centro de Formação Olímpica do Nordeste (CFO), que contou com recursos da ordem de  226,8 milhões. E ainda sobraria um 'troco' considerável de R$ 74,6 milhões.

PASSAGEM NO CASTELÃO

Neymar, por sinal, já atuou na Arena Castelão em três ocasiões: na vitória por 2x0 sobre o México (com um gol dele) na Copa das Confederações e em duas partidas da Copa do Mundo de 2014: empate em 0x0 contra o México e vitória por 3x2 contra a Colômbia, nas quartas de final do Mundial.

A multa rescisória de Neymar pagaria ainda a reforma de outros oito estádios utilizados na Copa e só não daria de contar de bancar o investimento declarado de três Arenas usados na Copa do Mundo de 2014: Mané Garrincha (R$ 1,4 bilhão), Arena Corinthians (R$ 1,15 bilhão) e Maracanã (R$ 1,05 bilhão).

TAGS