PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

STJD diminui suspensão de Modesto Roma para 30 dias

O presidente do Santos, Modesto Roma Júnior, teve recurso parcialmente acolhido no Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) em julgamento nesta quinta-feira e teve sua pena diminuída de 120 para 30 dias. O mandatário, que foi julgado por acusação de interferência externa contra um repórter da TV Globo, também ganhou uma diminuição no [?]

15:30 | 24/08/2017

O presidente do Santos, Modesto Roma Júnior, teve recurso parcialmente acolhido no Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) em julgamento nesta quinta-feira e teve sua pena diminuída de 120 para 30 dias.

O mandatário, que foi julgado por acusação de interferência externa contra um repórter da TV Globo, também ganhou uma diminuição no valor da multa, que foi de R$ 100 mil para R$ 30 mil. Como já cumpriu 15 dias da pena, Modesto precisará ficar mais 15 sem assinar documentos e frequentar camarotes em dias de jogos do Peixe.

O dirigente santista havia sido suspenso no início após ser denunciado por atitude antidesportiva. Ele foi enquadrado por conta de denúncias infundadas de interferência externa no jogo contra o Flamengo, quando acusou o repórter Eric Faria, da TV Globo, de avisar ao árbitro Leandro Vuaden que um pênalti marcado não tinha acontecido.

Após o embate com o Rubro-Negro, a diretoria santista enviou um ofício à CBF pedindo a anulação da partida. O Santos venceu o confronto por 4 a 2, mas foi eliminado da Copa do Brasil por ter perdido a partida de ida, no Rio de Janeiro, por 2 a 0.

Gazeta Esportiva

TAGS