Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Sport anuncia parceria com tradicional clube de São Paulo

Junto à apresentação do meia Wesley, recém-contratado que estava no São Paulo, o executivo de futebol do Sport, Alexandre Faria, também anunciou a nova parceria firmada com o Nacional, tradicional clube da capital paulista. O time nordestino passará a observar jogadores do associado nos próximos meses, com a possibilidade de integrá-los à equipe principal. O [?]
16:45 | Ago. 24, 2017
Autor -
Foto do autor
- Autor
Tipo Notícia

Junto à apresentação do meia Wesley, recém-contratado que estava no São Paulo, o executivo de futebol do Sport, Alexandre Faria, também anunciou a nova parceria firmada com o Nacional, tradicional clube da capital paulista. O time nordestino passará a observar jogadores do associado nos próximos meses, com a possibilidade de integrá-los à equipe principal.

O zagueiro Jeferson e o atacante Bruno Xavier são dois deles, e já estão treinando no CT José de Andrade Médicis, em Recife. Ambos se destacaram na Série A3 do Campeonato Paulista, considerada uma competição de bom nível pelo dirigente do Leão da Ilha. ?Precisamos diminuir os erros em contratações. Então, já pensando a médio/longo prazo, trouxemos os dois atletas e estamos iniciando essa parceria com a ideia de que possamos observar outros, já que o clube disputa uma competição interessante, melhor que muitos estaduais no Brasil?, destacou.

Representante do Nacional, César Soler considera a união entre os clubes positiva para os dois lados. ?Estamos montando um time mesclado de jogadores experientes e jovens valores. A ideia é revelar o máximo possível de atletas com potencial para serem negociados, e a gente vê no Sport uma grande oportunidade, por ser um grande clube no cenário nacional?, apontou, ressaltando a estrutura oferecida pelos pernambucanos.

O goleiro Magrão, que fez história jogando na Ilha do Retiro, considerado um dos maiores ídolos da história do Sport, curiosamente foi revelado pelo Nacional. Outros jogadores que tiveram passagens pelo clube localizado no bairro da Barra Funda, em frente aos CTs de Palmeiras e São Paulo, foram: o goleiro Félix; os laterais Zé Carlos e Cafú; os meias Biro-Biro e Deco; e os atacantes Charles Miller, Canhoteiro e Dodô.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Escalação: como CRB e Fortaleza vão a campo pela Copa do Brasil

Times definidos
15:40 | Ago. 04, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

Fortaleza e CRB-AL medem forças forças nesta quarta-feira, 4, às 16h30min, no estádio Rei Pelé, em Maceió, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Na partida de ida, o Tricolor venceu por 2 a 1 tem a vantagem do empate para avançar à próxima fase. Confira abaixo escalação confirmada de cada time:

ESCALAÇÕES

CRB-AL

4-4-2: Diogo Silva; Reginaldo, Gum, Caetano e Guilherme Romão; Marthã, Jean Patrick, Bressan e Diego Torres; Jajá e Nicolas Careca. Técnico: Allan Aal

Fortaleza

3-5-2: Marcelo Boeck; Tinga, Jackson e Titi; Yago Pikachu, Felipe, Ronald, Éderson e Lucas Crispim; David e Wellington Paulista. Técnico: Juan Pablo Vojvoda

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

SP: 346 cidades não registraram mortes por covid-19 na semana passada

Saúde
15:28 | Ago. 04, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Na semana passada, 346 das 645 cidades do estado de São Paulo não registraram óbitos por covid-19. Segundo o governo paulista, isso é resultado do avanço da campanha de vacinação no estado, que já imunizou 61,52% da população com pelo menos a primeira dose.

Apesar desse bom indicador e de São Paulo apresentar também queda no número de internações pela doença, a pandemia ainda não está controlada. Houve queda de 14% nas internações e de 26,9% em óbitos, mas os casos de covid-19 voltaram a crescer. Na semana passada, o número de novos casos aumentou 0,9% em relação à semana anterior. Por isso, as autoridades alertam que é preciso manter as medidas sanitárias, como usar máscaras e evitar aglomerações.

Além disso, outra grande preocupação é que o estado vem observando aumento dos casos da variante delta, que foi identificada inicialmente na Índia. Essa variante pode se tornar prevalente no estado e está associada ao aumento do número de casos atualmente em diversos países.

Em São Paulo, a taxa de ocupação de leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) está atualmente em 47,57%, e há 5.164 pessoas internadas em estado grave.

Menos vacinas

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (4), o governador de São Paulo, João Doria, disse que encaminhou ofício ao Ministério da Saúde informando ter recebido apenas metade das vacinas da Pfizer/BioNTech a que o estado teria direito. Segundo Doria, São Paulo recebeu apenas 228 mil doses do imunizante, que chegaram nesta semana ao país, e o estado teria direito a 456 mil doses.

A distribuição de vacinas aos estados pelo Ministério da Saúde é proporcional ao quantitativo populacional. Estados mais populosos costumam receber mais doses de vacina. Como a população de São Paulo é composta por cerca de 46,3 milhões de pessoas, o estado costuma receber 22% do total de vacinas distribuídas pelo Ministério da Saúde.

De acordo com Doria, o ministério não informou os motivos que o levaram a enviar menos doses que do que eram esperadas ao estado.

O secretário executivo da Secretaria Estadual da Saúde, Eduardo Ribeiro, disse que, nesta madrugada, foi surpreendido com o recebimento de metade do total esperado das vacinas da Pfizer. “Isso significa que 228 mil pessoas terão a sua imunização postergada por essa medida que reputo absolutamente inadequada pelo Ministério da Saúde”, afirmou.

A Agência Brasil procurou o Ministério da Saúde para confirmar o recebimento do ofício e uma resposta à reclamação do governador de São Paulo, mas ainda não teve retorno.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Câmara de Fortaleza aprova moção de solidariedade ao padre Lino Allegri

Parlamentares
15:23 | Ago. 04, 2021
Autor Filipe Pereira
Foto do autor
Filipe Pereira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

A Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor) aprovou nesta quarta-feira, 4, uma moção de solidariedade ao Padre Lino Allegri, vítima de ataques de bolsonaristas na Paróquia da Paz, no bairro Aldeota, no dia 4 de julho. O sacerdote chegou a ser afastado temporariamente pela Arquidiocese de Fortaleza como forma de garantir sua integridade física e moral.

De autoria do vereador Ronivaldo Maia (PT), o requerimento teve apenas cinco votos contra, entre eles, os dos vereadores Julierme Sena (Pros), Priscila Costa (PSC), Carmelo Neto (Republicanos), Ronaldo Martins e Inspetor Alberto (Pros). A aprovação aconteceu na semana que marca o retorno do recesso parlamentar.  

LEIA MAIS l Câmara Municipal tem semestre de bastidores agitados e sessões mornas

+ Quem é padre Lino Allegri, alvo de ameaças por grupos bolsonaristas

Segundo Rnivaldo, o religioso "sempre defendeu os mais vulneráveis, o respeito aos diretos fundamentais e aos direitos humanos". "Nos solidarizamos profundamente e lamentamos que mesmo no século XXI e com uma constituição Federal democrática e vigente há mais de 30 anos, ainda há quem tente ceifar liberdades, calar o senso crítico e defender quem não defende a vida do próximo", defende o petista 

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >

Para o vereador Julierme Sena, as atitudes foram lamentáveis de ambos os lados. "O grupo bolsonarista passou do ponto ao rebater a fala do padre. As pessoas vão a casa de Deus para ouvir a palavra e não ouvir opinião ou posicionamento político. Então na minha opinião os dois erraram. Sou contra os padres ou qualquer líder religioso falar de política dentro da igreja e deve respeitar a casa de Deus e saber que a missão é pregar o evangelho", comenta o parlamentar, em justificativa do contrário a moção.

A ofensiva, realizada por bolsonaristas no mês de julho, aconteceu após o padre Lino Allegri se manifestar criticamente às políticas do presidente Jair Bolsonaro durante sua gestão da pandemia da Covid-19, que já matou mais de 540 mil pessoas no Brasil. 

O caso de perseguição e ódio é investigado pelas forças de segurança do Estado. Informação foi revelada pelo governador do Ceará, Camilo Santana (PT). Todas as ações integram um inquérito que ocorre sob responsabilidade da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). 

Sobre o caso, prefeito de Fortaleza, José Sarto Nogueira (PDT), chegou a utilizar as redes sociais para desejar que os autores dos ataques e ameaças ao padre fossem "devidamente responsabilizados". Diante dos eventos, o padre italiano solicitou o ingresso no Programa Estadual de Proteção aos Defensores e Defensoras de Direitos Humanos (PPDDH). 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Atacante Erick é regularizado e pode estrear pelo Ceará

Tá no BID
15:17 | Ago. 04, 2021
Autor Brenno Rebouças
Foto do autor
Brenno Rebouças Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

O Ceará ganhou um reforço para a partida de domingo, contra o Atlético-GO, pela 15ª rodada da Série A do Brasileiro. Trata-se do atacante Erick, que teve o nome publicado no BID e está apto a estrear com a camisa alvinegra.

Erick já treina com o restante do elenco do Ceará há pelo menos duas semanas, portanto não deve ter problemas físicos ou de entrosamento. A estreia dele diante do Dragão depende apenas do técnico Guto Ferreira.

O Alvinegro adquiriu o atleta em definitivo com contrato vigente até o final de 2023. Houve a compra de 50% dos direitos econômicos do jogador junto ao Braga, de Portugal, por 400 mil euros (cerca de R$ 2,4 milhões na cotação atual), que serão pagos em cinco parcelas O anúncio oficial foi feito no dia 23 de julho.

Na atual temporada, Erick vinha jogando pelo Náutico e em 19 partidas fez sete gols. Atacante de lado, ele joga tanto na direita quanto na esquerda, o que aumenta as opções de Guto Ferreira.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

BC tem perda de R$ 8,927 bi com swap cambial em julho

ECONOMIA
15:13 | Ago. 04, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Após o lucro de R$ 21,658 bilhões com as operações de swap cambial em junho, o Banco Central (BC) registrou prejuízo de R$ 8,927 bilhões em julho com sua posição pelo critério caixa.
Pelo conceito de competência, houve perdas de R$ 13,456 bilhões. O resultado pelo critério de competência inclui ganhos e perdas ocorridos no mês, independentemente da data de liquidação financeira. A liquidação financeira desse resultado (caixa) ocorre no dia seguinte, em D+1.
O BC obteve ainda ganhos de R$ 53,419 bilhões com a rentabilidade na administração das reservas internacionais no mês passado. Entram nesse cálculo ganhos e prejuízos com a correção cambial, a marcação a mercado e os juros.
Já o resultado líquido das reservas, que é a rentabilidade menos o custo de captação, ficou positivo em R$ 44,962 bilhões em julho. O resultado das operações cambiais no período ficou positivo em R$ 31,506 bilhões.
No acumulado de 2021 até o fim de julho, o lucro com swaps somou R$ 16,048 bilhões pelo resultado caixa e R$ 7,133 bilhões pelo competência. Já a rentabilidade das reservas internacionais ficou negativa em R$ 18,096 bilhões, com resultado líquido negativo de R$ 61,171 bilhões e operações cambiais também negativas de R$ 54,038 bilhões.
O BC sempre destaca que, tanto em relação às operações de swap cambial quanto à administração das reservas internacionais, não visa ao lucro, mas fornecer hegde ao mercado em tempos de volatilidade e manter um colchão de liquidez para momentos de crise.
Posição cambial líquida
A posição cambial líquida do Banco Central atingiu US$ 274,281 bilhões no dia 30 de julho, conforme dados divulgados pela instituição. No fim de dezembro de 2020, essa posição estava em US$ 299,450 bilhões.
A posição traduz o que está disponível para que o BC faça frente a alguma necessidade de moeda estrangeira - como fornecer liquidez ao mercado em momentos de crise como a atual, por exemplo.
A posição leva em conta as reservas internacionais, o estoque de operações de linha do BC (venda de dólares com compromisso de recompra), a posição da instituição em swap cambial e os Direitos Especiais de Saque (DES) do Brasil no Fundo Monetário Internacional (FMI).
Posição dos bancos
Os bancos fecharam julho de 2021 com posição vendida no câmbio à vista de US$ 13,528 bilhões, informou o Banco Central. No fim de dezembro de 2020, essa posição estava vendida em US$ 35,853 bilhões e, em junho deste ano, vendida em US$ 14,330 bilhões.
As instituições financeiras atuam como contrapartes em operações cambiais. Assim, quando há remessas de moeda estrangeira ao exterior, elas fornecem dólares a empresas e fundos, por exemplo, para envio. Neste caso, a "posição vendida" das instituições tende a aumentar.
Em movimento contrário, quando há entrada de recursos no Brasil, as instituições financeiras recebem os dólares, o que reduz a "posição vendida" ou eleva a "posição comprada".
A posição dos bancos no mercado à vista também é alterada sempre que o BC realiza leilões de dólares. Assim, quando o BC vende moeda aos bancos, a posição vendida à vista tende a diminuir.
Base monetária
O saldo da base monetária atingiu R$ 427,958 bilhões em 30 de julho, pelo conceito de fim de período, informou o Banco Central. O valor leva em conta o papel-moeda emitido e as reservas bancárias (livres e compulsórias). Em dezembro de 2020, a base monetária estava em R$ 431,537 bilhões.
Com a crise provocada pela pandemia do coronavírus, a base monetária vinha apresentado acréscimos em função das emissões de moeda para pagamentos de auxílios emergenciais a uma parcela da população.
Para fazer frente à maior demanda da população por papel-moeda, o BC lançou no ano passado a cédula de R$ 200.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags