PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Reunião que pode selar destino de Gilberto é adiada para esta terça

A reunião que deveria ocorrer nesta segunda-feira e que trataria da renovação de Gilberto com o São Paulo foi adiada para a tarde desta terça, de acordo com um representante do jogador, que afirmou à Gazeta Esportiva que o encontro não ocorreu porque Alexandre Pássaro, advogado e um dos responsáveis por negociações do Tricolor, não pôde [?]

23:38 | 14/08/2017

A reunião que deveria ocorrer nesta segunda-feira e que trataria da renovação de Gilberto com o São Paulo foi adiada para a tarde desta terça, de acordo com um representante do jogador, que afirmou à Gazeta Esportiva que o encontro não ocorreu porque Alexandre Pássaro, advogado e um dos responsáveis por negociações do Tricolor, não pôde comparecer ao CCT da Barra Funda. A reportagem não obteve contato com a diretoria do clube.

As duas partes envolvidas não têm pressa em resolver a situação, apesar de Gilberto já poder se acertar com outra equipe, já que seu contrato com o São Paulo se encerra em dezembro deste ano.

Após a vitória do São Paulo por 3 a 2 sobre o Cruzeiro, no último domingo, no Morumbi, o camisa 17 disse que haveria uma conversa entre as partes nesta segunda-feira e que não sabia se sua prioridade era a permanência na equipe. Pelo outro lado, pessoas próximas à diretoria garantem que o clube tem interesse na extensão do vínculo contratual.

Na verdade, Gilberto tem receio de renovar o vínculo e seguir sendo pouco utilizado, já que Lucas Pratto é visto como titular indiscutível. Sua última aparição no time inicial ocorreu em 11 de junho, quando marcou um dos gols do Tricolor na derrota por 3 a 2 para o Corinthians, em Itaquera, pelo Campeonato Brasileiro. No torneio nacional, aliás, ele participou de apenas dez das 20 partidas que a equipe disputou até o momento.

No São Paulo desde julho do ano passado, o atleta nascido em Piranhas, no estado de Alagoas, chegou de graça após rescindir contrato com o Chicago Fire, dos Estados Unidos. Em 2016, ele sofreu com problemas físicos e marcou apenas dois gols com a camisa tricolor, ambos anotados já na reta final da temporada, quando o time não brigava por mais nada.

Em 2017, porém, o atacante finalmente se destacou, sobretudo no começo da temporada, sob o comando de Rogério Ceni. Empatado com o concorrente Pratto, Gilberto é o artilheiro do time no ano, com 12 gols, em 28 partidas. Ele ainda soma cinco assistências, contra três do colega argentino, que já disputou 33 jogos pelo São Paulo.

Enquanto sua situação fora das quatro linhas não se resolve, Gilberto tem tudo para ser titular no próximo domingo, contra o Avaí, em Florianópolis, uma vez que Pratto cumprirá suspensão automática.

* Colaborou Victoria Leite

Gazeta Esportiva

TAGS