PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Rafinha deve ir para o Milan após conversa com diretoria do Barcelona

No Barcelona desde 2011, o meia brasileiro Rafinha Alcântara tem boas chances de não continuar no clube catalão na temporada 2017/2018. Com pouco espaço no time mesmo com a saída de Neymar para o Paris Saint-Germain, o jogador conversou nesta quinta-feira com a diretoria espanhola para resolver seu futuro e, durante a conversa, o atleta [?]

13:30 | 24/08/2017

No Barcelona desde 2011, o meia brasileiro Rafinha Alcântara tem boas chances de não continuar no clube catalão na temporada 2017/2018. Com pouco espaço no time mesmo com a saída de Neymar para o Paris Saint-Germain, o jogador conversou nesta quinta-feira com a diretoria espanhola para resolver seu futuro e, durante a conversa, o atleta afirmou que tem interesse em ir para o Milan.

Segundo a emissora Sky Sports Itália, a equipe rossonera afirmou querer o jogador ainda nesta janela de transferência, que fecha daqui exatamente uma semana, no dia 31 de agosto. O desejo de trazer o jogador ganhou destaque na mídia internacional principalmente após o próprio treinador do Milan, Vincenzo Montella, admitir que ter Rafinha na equipe ajudaria o time a alcançar as metas desta temporada.

Caso Rafinha realmente feche com o Milan até a próxima quinta-feira, o jogador se juntará aos outros tantos reforços da equipe italiana para a temporada, que juntos, custaram aos cofres do time quase 300 milhões de euros (aproximadamente R$ 1 bilhão).

A vontade do brasileiro de sair do Barcelona é muito pela falta de oportunidades que teve na equipe catalã, já que em mais de seis anos no clube, Rafinha participou de apenas 77 jogos, a grande maioria delas entrando durante o andamento das partidas.

Além disso, a saída de Rafinha seria um roteiro muito parecido que um outro Alcântara teve recentemente pelo clube espanhol: Thiago. O irmão do atleta era considerado para muitos como um dos grandes valores do futebol mundial, mas sem espaço no Barcelona, decidiu ir para o Bayern de Munique e está até agora no time alemão. No entanto, o volante preferiu defender a seleção espanhola, enquanto que Rafinha preteriu atuar pela Seleção Brasileira.

 

Gazeta Esportiva

TAGS