PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Pratto vê torcida no direito de pichar CT: ?O time está no pior momento?

Horas depois de o muro do CCT da Barra Funda ter sido pichado por torcedores insatisfeitos com o atual momento do São Paulo, o centroavante Lucas Pratto concedeu coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira e falou sobre o assunto. Recuperado de uma pancada na cabeça, o argentino compreende o protesto da torcida tricolor. ?A [?]

12:15 | 30/08/2017

Horas depois de o muro do CCT da Barra Funda ter sido pichado por torcedores insatisfeitos com o atual momento do São Paulo, o centroavante Lucas Pratto concedeu coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira e falou sobre o assunto. Recuperado de uma pancada na cabeça, o argentino compreende o protesto da torcida tricolor.

?A torcida está no seu direito de protestar. O time está pior momento da história a nível esportivo. Eles estão no seu direito, mas temos de trabalhar para sair dessa situação. Só trabalhando e colocando na cabeça que temos de vencer a maioria dos jogos possíveis para ficar numa situação mais tranquila?, afirmou o camisa 9, em entrevista realizada no gramado de um dos campos do CT.

Dona do recorde de público do Campeonato Brasileiro ? 56.052 pessoas na vitória por 3 a 2 contra o Cruzeiro -, a torcida tricolor mandou um recado ao elenco são-paulino: ?Nós apoiamos, mas a paciência acaba?.  A pichação ocorreu na madrugada de terça para quarta-feira e foi apagada por funcionários do clube ao amanhecer. Viaturas da Polícia Militar compareceram ao local e pegaram imagens gravadas por câmeras de segurança do CT tricolor para descobrirem os autores do protesto.

A ira da torcida acontece dois dias depois da derrota por 4 a 2 para o rival Palmeiras, no Palestra Itália. Com o resultado, o Tricolor perdeu duas posições e caiu para a vice-lanterna do Campeonato Brasileiro, com 23 pontos em 22 rodadas. Para o confiante Pratto, a salvação do time do rebaixamento passa por uma evolução urgente no sistema defensivo ? a equipe é a quarta mais vazada do torneio, com 33 gols sofridos.

?Trabalhar é sempre bom, e o Dorival sabe bem o que estamos falhando para montar um time sólido, que não sofra todas as vezes em que o rival nos atacar. E continuar tentando fazer as coisas bem no ataque, que está funcionando, porque o time está sempre fazendo um ou dois gols por jogo. Temos de melhorar coletivamente, na parte do comportamento defensivo. Estou com a confiança plena de que vamos sair dessa situação?, avaliou.

Artilheiro do São Paulo na temporada com 12 gols, Pratto deixou o clássico contra o Palmeiras no último domingo ainda no primeiro tempo, após levar uma joelhada de Hernanes. Encaminhado ao Hospital do Coração, ele foi submetido a exames, que não diagnosticaram anormalidade em sua cabeça, e recebeu alta na segunda-feira.

Na reapresentação do elenco, na manhã desta quarta-feira, Pratto realizou apenas uma atividade leve na academia do CT. O restante do grupo trabalhou normalmente no gramado. Após o treino, o jogador entrou no campo e falou rapidamente com o técnico Dorival Júnior. A tendência é que o jogador volte a treinar sem restrições na próxima segunda-feira.

Gazeta Esportiva

TAGS