PUBLICIDADE
Futebol

Organizada do Santa Cruz invade treino e faz protesto violento contra fase do time

Cerca de 50 integrantes de uma organizada do Santa Cruz invadiram nesta quinta-feira o Estádio do Arruda com barras de ferro para protestar contra o péssimo momento do time na Série B do Campeonato Brasileiro. A equipe tem 23 pontos, está perto da zona do rebaixamento e chegou a quatro derrotas seguidas na competição. Avisado [?]

18:10 | 10/08/2017

Cerca de 50 integrantes de uma organizada do Santa Cruz invadiram nesta quinta-feira o Estádio do Arruda com barras de ferro para protestar contra o péssimo momento do time na Série B do Campeonato Brasileiro. A equipe tem 23 pontos, está perto da zona do rebaixamento e chegou a quatro derrotas seguidas na competição.

Avisado previamente sobre o protesto, o clube reforçou a segurança, mas não foi suficiente para conter os membros da organizada e alguns seguranças acabaram sendo agredidos. A Polícia Militar de Pernambuco chegou ao local cerca de 10 minutos depois do início da confusão e rapidamente conteve o protesto. Os jogadores foram liberados do treino da tarde e a coletiva foi cancelada.

Leia mais:

Para ajudar o Santa Cruz, Grafite aceita salário modesto e contrato curto

Apenas os goleiros estavam no campo no momento da invasão e tiveram contato com os torcedores, mas logo se retiraram de lá, sem maiores problemas. Eles ainda tentaram invadir o vestiário onde os outros jogadores faziam trabalho físico, mas não conseguiram.

Se dirigiram ainda ao portão de acesso do departamento de futebol, mas também não conseguiram. Mesmo forçando, não conseguiram entrar, já que a segurança do clube havia fechado o local com cadeado.

Pedido de pagamento de salários, que está três meses atrasado, foi um dos gritos dos membros da organizada, além de palavras de ordem contra o presidente, Alírio Moraes, o vice-presidente, Constantino Júnior, e o gerente de futebol, Ataíde Macêdo.

 

 

Gazeta Esportiva

TAGS