PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Livre das dores, Zeca espera seguir como titular do Santos na Libertadores

Após ficar 75 dias sem atuar, Zeca voltou a atuar por 90 minutos no empate em 0 a 0 com o Avaí, no último domingo, na Ressacada, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. Completamente recuperado, o lateral-esquerdo já se vê livre das dores na perna esquerda e pronto para ajudar o Santos na temporada. Ele [?]

10:23 | 08/08/2017

Após ficar 75 dias sem atuar, Zeca voltou a atuar por 90 minutos no empate em 0 a 0 com o Avaí, no último domingo, na Ressacada, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. Completamente recuperado, o lateral-esquerdo já se vê livre das dores na perna esquerda e pronto para ajudar o Santos na temporada.

Ele passou por cirurgia no menisco esquerdo em abril e retornou um mês depois, porém, ainda sentindo dores. E no duelo contra o Cruzeiro, no dia 28 de maio, Zeca começou a reclamar de inchaço no joelho e dores na panturrilha. Por conta disso, a comissão técnica optou por fazer tratamento para que o lateral voltasse em uma melhor condição física.

?Não senti nenhuma dor. Agradeço a Deus e a todos fisioterapeutas do clube, que me ajudaram muito. No dia-a-dia continuo trabalhando lá ainda. Foi bom, consegui atuar os 90 minutos tranquilo. O jogo contra o Avaí foi bom, tivemos chance de matar a partida. O time deles também foi bem, utilizando bons contra-ataques. Não perdemos, conquistamos um ponto fora de casa. Agora é focar na Libertadores?, explicou o jovem de 23 anos, destacando o duelo decisivo contra o Atlético-PR, na próxima quinta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Vila Belmiro, pela volta do torneio continental.

No embate de ida diante doa atleticanos, o Peixe venceu por 3 a 2, no Paraná. Zeca, porém, estava lesionado e não participou do confronto. E para estar no time nesta quinta-feira, ele precisará vencer a concorrência com Jean Mota, já que o meia tem ido bem na lateral esquerda.

?Eu ainda não sei o que vai ser preparado pelo professor, mas o time está bem, empenhado, focado. O que o professor pedir todo mundo vai acatar com amor e carinho. Está sendo realizado um grande trabalho, respeitamos o adversário. Eles (Atlético-PR) ganharam fora de casa contra o Palmeiras, precisamos ficar muito atentos. Queremos algo grande, nós somos grandes. Temos que jogar o nosso futebol com raça e amor ao clube?, concluiu Zeca.

TAGS