PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Juan é punido por dois jogos no STJD após expulsão contra o Palmeiras

O Avaí deve ter um desfalque importante para o confronto direto deste sábado diante do Vitória, pelo Campeonato Brasileiro. Julgado no STJD nesta terça-feira pela expulsão no duelo contra o Palmeiras, pela 17ª rodada do torneio nacional, o meia Juan foi punido com dois jogos de suspensão. Como já cumpriu uma partida, o atleta será [?]

17:30 | 09/08/2017

O Avaí deve ter um desfalque importante para o confronto direto deste sábado diante do Vitória, pelo Campeonato Brasileiro. Julgado no STJD nesta terça-feira pela expulsão no duelo contra o Palmeiras, pela 17ª rodada do torneio nacional, o meia Juan foi punido com dois jogos de suspensão. Como já cumpriu uma partida, o atleta será ausência apenas para o jogo contra o Rubro-Negro Baiano. A decisão cabe recurso, mas o departamento jurídico do Leão da Ressacada não deve recorrer.

O atleta havia sido denunciado no artigo 243-F, que inclui ?ofender alguém em sua honra, por fato relacionado diretamente ao desporto, que prevê multa de R$ 100 a R$ 100 mil, além de suspensão que pode variar entre uma a seis partidas?.

No entanto, após o julgamento e o trabalho da defesa, a conduta de Juan foi desclassificada apenas para desrespeito, resultando em uma pena de dois jogos.

Na súmula da partida, o árbitro Anderson Daronco havia relatado: ?Expulsei, diretamente, aos 45 minutos do 1º tempo, o atleta número 55, Sr. Juan Maldonado Jaimez Júnior, do Avaí, por me proferir as seguintes palavras: ?vai tomar no c*, p*?. Após ser expulso, o mesmo proferiu as seguintes palavras: ?vai te f*, p*, ladrão do c*, tu vem apitar pro Palmeiras, ladrão?. Após isto o mesmo se retirou do campo de jogo?, escreveu.

Em seu depoimento para os auditores, Juan se justificou e assumiu algumas das declarações, o que ajudou na redução da pena. ?Sinceramente ainda não entendi e não vi uma causa clara para expulsão. Ele alega que falei um palavrão. Realmente falei, mas estava a uma certa distância e não falei diretamente para ele. Ele falou de forma arrogante e prepotente tentando em intimidar. Insatisfeito com a ação, a meu ver nem foi amarelo. Ladrão eu não falei. Disse alguns palavrões?, disse o jogador, que acrescentou.

?Minha postura em nenhum momento foi de ofender o árbitro. Não tive essa intenção de ofender ou desrespeitar a autoridade dele. Dentro do futebol o palavrão faz parte e é inserido na cultura do futebol?, concluiu.

Se o departamento jurídico do Avaí realmente não entrar com recurso, Juan será o segundo desfalque da equipe para o confronto diante do Vitória, que acontece no próximo sábado, às 19h(de Brasília), no Barradão. Além dele, o volante Judson, suspenso pelo acúmulo de cartões amarelos, também não poderá atuar.

Gazeta Esportiva

TAGS