PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Jô revela ?agonia? ao ver derrota e pede mais eficiência ao Corinthians

Centroavante disse não estar acostumado a ver as partidas de fora

12:45 | 28/08/2017

O centroavante Jô foi o único titular do Corinthians que apareceu no gramado na manhã desta segunda-feira, na reapresentação do elenco após a derrota por 1 a 0 para o Atlético-GO, no último sábado. Animado, ele participou bastante da atividade e balançou a rede em três oportunidades, algo que ele não teve a chance de fazer contra os goianos, já que teve de cumprir suspensão por causa do terceiro cartão amarelo.

?Eu fiquei agoniado, é difícil ficar de fora, sei o que o torcedor passa (risos)?, comentou o camisa 7, titular em todos os outros duelos, que não viu tantos defeitos na atuação corintiana apesar de, no final da contas, a equipe ter sido superada pelo lanterna da competição. ?Espero voltar e poder ajudar. Fiquei feliz pela posse de bola, pecamos nas finalizações, não acertamos o alvo, ou quando acertamos o goleiro deles teve uma noite feliz?, avaliou.

De acordo com o centroavante, que divide com Henrique Dourado o posto de artilheiro do Campeonato Brasileiro, o Alvinegro conseguiu implantar novas qualidades ao seu estilo de jogo no segundo turno, mas acabou perdendo uma marca que lhe deu a liderança do torneio.

?É importante ter a posse de bola, mas o sucesso que tivemos foi na eficiência?, observou o jogador, que viu o time ficar com a bola em quase 60% do tempo contra Vitória, Chapecoense e Atlético-GO, mas perder muitas chances de marcar. Contra os goianos, por exemplo, Fagner, Clayson e Kazim desperdiçaram gols quase na pequena área do rival, sem qualquer marcação.

?Claro que, ao jogar contra times da zona de rebaixamento, você vai ter mais posse, tem de agredir mais, mas o mais importante é acertar os passes e depois ter a eficiência na hora de finalizar. Nossa equipe tem isso, nesse jogo faltou um pouco, mas tranquilo, são coisas que acontecem no futebol. Temos de trabalhar muito ainda, outras equipes vão vir e jogar desse mesmo jeito, e temos de trabalhar nesse aspecto?, afirmou, admitindo que os atletas ficaram desapontados com os pontos desperdiçados.

?Temos que ficar tristes, claro, foi mais uma derrota que não esperávamos, mas aconteceu. Que bom que teve essa pauta, temos de treinar mais e finalizar melhor. Esse período vai ser bom para refletir. Ainda temos uma boa vantagem muito grande, estamos muito tranquilos, então é continuar fazendo esse trabalho. Temos que melhorar porque o segundo turno vai ser mais difícil que o primeiro?, informou.

Para Jô, por sinal, o Timão está longe de ser imbatível quando atua dentro dos seus domínios. Ainda invicto quando atua fora de casa, o Corinthians quer retomar o nível atingido no primeiro turno na partida diante do Santos, 10 de setembro, na Vila Belmiro, quando volta a jogar pelo Brasileiro.

?Como eu sempre falei, fizemos um primeiro turno excelente, e era natural que as equipes iriam dificultar no segundo turno, eu avisei antes, falei que ia ser tudo mais difícil. As equipes vêm fechadas, tivemos chances de gol, mas o futebol é bom por causa disso: nem sempre quem está na frente vai ganhar. Todo mundo é capaz de vir e ganhar. Temos de estar sempre trabalhando com o alerta ligado?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS