PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Hyoran festeja primeiro gol em clássico: ?Vi mais de mil vezes?

Foi apenas a terceira vez que Hyoran subiu as escadas para chegar à sala de imprensa do Palmeiras, na Academia de Futebol, mas o sorriso só se equiparava à sua apresentação pelo clube. Nesta quarta-feira, o meio-campista, autor do quarto tento na goleada do último domingo, sobre o São Paulo, concedeu entrevista coletiva, ainda sem [?]

19:30 | 30/08/2017

Foi apenas a terceira vez que Hyoran subiu as escadas para chegar à sala de imprensa do Palmeiras, na Academia de Futebol, mas o sorriso só se equiparava à sua apresentação pelo clube. Nesta quarta-feira, o meio-campista, autor do quarto tento na goleada do último domingo, sobre o São Paulo, concedeu entrevista coletiva, ainda sem encontrar palavras para descrever o momento.

?Estou sem palavras até agora, na verdade. Vi o gol mais de mil vezes. Minha alegria é imensa, é um gol que vai ficar marcado para sempre na minha vida. Um gol em clássico, da forma que foi, em um jogo difícil, meu primeiro pelo Palmeiras? Vai ficar para sempre na história?, disse o meio-campista.

Contra o São Paulo, Hyoran recebeu sua quinta chance desde que chegou ao Verdão aos 28 minutos do segundo tempo, quando substituiu Guerra. Mostrando boa movimentação, o atleta de 24 anos teve boa atuação e foi coroado com o último tento alviverde, que fechou a goleada por 4 a 2.

?Eu fiquei surpreso na hora, falei: ?Caraca vou entrar? (risos). Aí eu falei: ?É minha hora?. Meu Deus, eu pensei em muita coisa, passa muita coisa na cabeça. Mas o principal foi pedir discernimento a Deus para entrar no jogo com a cabeça boa. Precisa estar lúcido e bem concentrado para saber o que fazer, era um jogo difícil. É um gol que dá bastante confiança para mim. Fiquei muito feliz por ele ter confiado em mim em uma partida tão difícil. Se o Cuca optar por dar mais oportunidades, a minha confiança ficará melhor ainda. Eu tenho mais tranquilidade de entrar nos jogos depois desse gol?, completou o meio-campista.

Por fim, Hyoran abordou sua função tática dentro do novo esquema de jogo do Palmeiras, definido por Cuca. No Choque-Rei, o treinador abdicou dos dois pontas de velocidade para escalar quatro meio-campistas, que foram Tchê Tchê, Bruno Henrique, Moisés e Guerra.

?Onde o Cuca quiser, eu me encaixo (risos). Já joguei pela beirada, no lado do campo, fazendo a função de marcar lateral e jogar por dentro. E já joguei centralizado, como entrei no jogo. Depois do gol, inclusive, fui para a beirada. Posso fazer essas duas funções?, finalizou o meio-campista.

Gazeta Esportiva

TAGS