Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Gustavo Henrique volta após 11 meses e agrada Levir: ?Muito elegante?

Apesar do empate do Santos em 0 a 0 com o Fluminense, a noite da última segunda-feira, no Pacaembu, não será esquecida tão cedo por Gustavo Henrique. Onze meses após romper o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, o zagueiro voltou a entrar em campo e atuou durante os 90 minutos contra o time carioca, [?]
09:44 | Ago. 15, 2017
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Apesar do empate do Santos em 0 a 0 com o Fluminense, a noite da última segunda-feira, no Pacaembu, não será esquecida tão cedo por Gustavo Henrique. Onze meses após romper o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, o zagueiro voltou a entrar em campo e atuou durante os 90 minutos contra o time carioca, em duelo válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Mesmo sentindo a falta de ritmo, o defensor não comprometeu e ainda quase marcou no segundo tempo, em cabeçada defendida pelo goleiro Júlio César. Na visão do técnico Levir Culpi, o camisa 6 teve um bom retorno e está pronto para brigar por uma vaga de titular da equipe.

?Fiquei feliz pelo Gustavo. Ele tem 1,90m, mas é um menino. Muito sóbrio, muito elegante para jogar, gostei muito do estilo dele. Tínhamos uma preocupação do ritmo porque apesar de jovem, ele ficou muito tempo parado. Fiquei satisfeito com o desempenho dele, feliz e isso é importante?, destacou o comandante em entrevista coletiva após o empate com o Flu.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Vale destacar que Gustavo Henrique só entrou como titular pois David Braz, com desgaste físico, foi poupado por Levir Culpi. Além deles, o Santos ainda conta com os zagueiros Lucas Veríssimo, Cleber, Fabián Noguera e Luiz Felipe. O último está recuperado de cirurgia no joelho direito, mas ainda não foi liberado para retornar aos gramados.

?O Santos foi o clube que eu peguei que tem o maior número de bons zagueiros, nós temos seis bons defensores. O que é bom, mas é um problema que tenho para resolver?, brincou o técnico santista.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags