Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Dembélé é o novo reforço do Barcelona, afirma canal

A novela envolvendo a negociação de Ousmane Dembélé com o Barcelona parece ter chegado ao fim. O canal árabe beIn Sport divulgou o acerto do clube catalão com o Borussia Dortmund e o anúncio oficial pode acontecer ainda nesta quinta-feira. Os valores do negócio farão do jovem francês a segunda maior transação da história do [?]
13:15 | Ago. 24, 2017 Autor - Tipo Notícia

A novela envolvendo a negociação de Ousmane Dembélé com o Barcelona parece ter chegado ao fim. O canal árabe beIn Sport divulgou o acerto do clube catalão com o Borussia Dortmund e o anúncio oficial pode acontecer ainda nesta quinta-feira.

Os valores do negócio farão do jovem francês a segunda maior transação da história do futebol, apenas atrás de Neymar. O Barcelona terá de desembolsar um valor fixo de 130 milhões de euros (cerca de R$ 445 milhões), mais 20 milhões (cerca de R$ 111 milhões) relacionados ao desempenho de Dembélé.

O canal ainda informou que o acerto aconteceu em Mônaco, onde as diretorias dos dois clubes estão presentes para o sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões, que acontece nesta quinta-feira. Josep Maria Bartomeu e seus dirigentes representavam o clube da Catalunha no encontro, enquanto Hans-Joachim Watzke, diretor-geral, e Michael Zorc, diretor esportivo, tratavam do negócio pelo Borussia Dortmund.

A negociação estava há alguns dias em vias de ser concretizada. O clube alemão já estava disposto a negociar Dembélé, que forçava sua saída. Depois do afastamento do atleta por ter faltado em treinamentos, os dirigentes afirmaram que apenas o valor da venda separava o francês da Espanha. Apesar do acerto com o jovem de 20 anos, a prioridade do Barcelona ainda é o brasileiro Philippe Coutinho, mas a indisposição do Liverpool para negociar está atrapalhando os planos do Barça.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Olimpíadas de Tóquio: Brasil perde para Fiji no rúgbi sevens e está eliminado sem vitórias

Jogos Olímpicos
2021-07-29 21:26:34 Autor Gabriel Lopes Tipo Notícia

O Brasil encerrou sua participação no rúgbi nas Olimpíadas de Tóquio com mais uma derrota, a terceira em três jogos. Dessa forma, a seleção feminina está eliminada do torneio. O revés da noite desta quinta-feira, 29, foi contra Fiji, por 41 a 5.

Pela manhã, as Yaras foram derrotadas por 40 a 5 para a França, enquanto na primeira rodada aconteceu um revés por 33 a 0 para o Canadá.

Assim, os classificados para as quartas de final do rúgbi olímpico feminino foram: Nova Zelândia, Comitê Olímpico Russo, Reino Unido, Fiji, França, Canadá, Austrália e Estados Unidos.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

CMN eleva limites da Receita Bruta Agropecuária Anual para classificar produtor

ECONOMIA
2021-07-29 21:23:35 Autor Agência Estado Tipo Notícia
O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou nesta quinta-feira, 29, em reunião ordinária, a elevação dos limites da Receita Bruta Agropecuária Anual (RBA) para efeito da classificação do produtor rural, seja ele pessoa física ou jurídica.
O limite para o pequeno produtor passou de até R$ 415 mil para até R$ 500 mil. Já o parâmetro para o médio produtor passou de acima de R$ 415 mil até R$ 2 milhões para acima de R$ 500 mil até R$ 2,4 milhões. No caso do grande produtor, o limite passou de acima de R$ 2 milhões para acima de R$ 2,4 milhões.
Além disso, o CMN elevou o limite de financiamento por ano agrícola para aquisição de colheitadeira automotriz usada, no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), de até R$ 165 mil para até R$ 200 mil. Já o limite de financiamento por ano agrícola para aquisição de outras máquinas, equipamentos e implementos usados passou de R$ 80 mil para R$ 96 mil.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Bolsonaro admite não ter provas de fraudes nas urnas e diz ter apenas indícios

POLÍTICA
2021-07-29 21:23:35 Autor Agência Estado Tipo Notícia
O presidente Jair Bolsonaro não apresentou até o momento provas sobre supostas fraudes nas últimas eleições para contestar o uso da urna eletrônica. Ao lado de um 'analista de inteligência', a quem se referiu apenas como Eduardo, o chefe do Executivo apresentou vídeos que circulam na internet sem qualquer comprovação sobre supostos erros nas urnas.
"Isso aconteceu largamente nas eleições de 2018. Tem vários vídeos mostrando exatamente isso daí. Vamos deixar isso daí? Acabando as eleições, a gente vai judicializar? Quem vai julgar? Quem colocou o Lula fora da cadeia. E eu digo mais, não temos provas, deixar bem claro, mas indícios que, eleições para senadores e deputados, podem acontecer a mesma coisa. Por que não?", disse Bolsonaro, após a exibição de um vídeo em que um homem diz ser programador. Ele mostra uma animação, onde diz como seria possível alterar o código de programação das urnas.
"Não tem como se comprovar que as eleições não foram ou foram fraudadas, são indícios. Um crime se desvenda com vários indícios. Vamos apresentar vários indícios aqui", disse Bolsonaro.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

CMN consolida normas de fundos regionais de desenvolvimento

ECONOMIA
2021-07-29 21:23:34 Autor Agência Estado Tipo Notícia
O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou nesta quinta-feira, 29, em reunião ordinária, a consolidação das normas dos fundos regionais de desenvolvimento. Esta consolidação recaiu sobre critérios, condições, prazos e remuneração das instituições financeiras oficiais federais nos financiamentos concedidos ao amparo de recursos dos fundos de Desenvolvimento da Amazônia (FDA), do Nordeste (FDNE) e do Centro-Oeste (FDCO).
Em nota, o Ministério da Economia informou que o ato de hoje não traz alterações das regras vigentes para os fundos. Ao mesmo tempo, "revoga expressamente um total de 13 resoluções que já haviam sido tacitamente revogadas ou cujos efeitos se exauriram no tempo".
A norma de hoje, conforme o ministério, "entra em vigor em 1º de setembro de 2021 e as medidas dela decorrentes não acarretarão despesas para o Tesouro Nacional".
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

CMN institui prazo de 24 meses para operações do Programa de Estímulo ao Crédito

ECONOMIA
2021-07-29 21:23:32 Autor Agência Estado Tipo Notícia
O Conselho Monetário Nacional (CMN) estabeleceu nesta quinta-feira, 29, em reunião ordinária, um prazo mínimo de 24 meses para as operações ao amparo do Programa de Estímulo ao Crédito (PEC). Além disso, o colegiado estabeleceu que os créditos no âmbito do PEC não podem ser vinculados à utilização para quitação de outros débitos do beneficiário com o banco.
Em nota, o Banco Central lembrou que "em razão das limitações impostas pela pandemia, quando houve severas limitações da atividade econômica, muitas empresas tiveram seu faturamento bastante reduzido, principalmente aquelas de menor porte". "Com capital de giro consumido e dificuldade de honrar obrigações de curto prazo, necessitam de crédito com prazos mais longos, para ter tempo suficiente de recuperar suas condições financeiras, o que motivou a Medida Provisória 1057/2021, que criou o Programa de Estímulo ao Crédito", acrescentou o BC.
O BC afirmou ainda que o programa "tem por objetivo criar incentivos para ampliar o acesso ao crédito por esse segmento, contribuindo assim para que esses agentes tenham melhores condições de atravessar os efeitos da pandemia ainda presentes e estejam mais bem preparados para a fase de recuperação econômica".
Conforme o BC, os créditos do PEC não poderão ser vinculados à "retenção dos valores para pagamento, total ou parcial, de débitos preexistentes; e previsão de cláusulas que direcionem os valores para o pagamento, total ou parcial, de débitos preexistentes".
O CMN realizou reunião ordinária na tarde de hoje. Os votos do colegiado começaram a ser divulgados após as 18 horas.
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags