PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Chamado de mercenário, Bonucci se defende e explica ida ao Milan

Leonardo Bonucci não é o primeiro jogador, e nem será o último, a deixar um time e se transferir para o rival. Antes na Juventus e agora no Milan, o zagueiro foi duramente criticado pela imprensa e torcedores, chegando a ser taxado de mercenário em muitas ocasiões. Em entrevista para La Gazzetta dello Sport, o [?]

11:45 | 15/08/2017

Leonardo Bonucci não é o primeiro jogador, e nem será o último, a deixar um time e se transferir para o rival. Antes na Juventus e agora no Milan, o zagueiro foi duramente criticado pela imprensa e torcedores, chegando a ser taxado de mercenário em muitas ocasiões. Em entrevista para La Gazzetta dello Sport, o jogador se defendeu e explicou a opção pela equipe rossonera.

?Optei pelo Milan porque é um projeto mais ambicioso. Não por questão de dinheiro. A quem me chama de mercenário, recebi diversas propostas do exterior, onde poderia estar ganhando muito mais?, declarou.

O italiano, inclusive, comparou sua transferência com à do compatriota Andrea Pirlo. O meia, por sua vez, fez o caminho inverso, deixando a equipe de Milão com destino a Turim, após não ter renovado seu contrato.

Por mais que os rubro-negros tenham investido em um time praticamente novo (foram dez reforços), Bonucci vê a equipe com grandes chances de conquistas em curto prazo. ?Em quatro anos espero vencer a Liga dos Campeões. Quero ganhar tudo?, falou.

Por fim, o atleta demonstrou gratidão pelo período em que atuou pela Vecchia Signora, destacando as divergências em relação ao técnico Massimiliano Allegri como outro motivo que influenciou sua decisão. ?Sou agradecido por tudo o que a Juve me deu. Lá me tornei um dos melhores defensores do mundo. O clube e Allegri tomaram atitudes claras e eu agi em consequência delas?, concluiu.

Bonucci, que será o dono da braçadeira de capitão no Milan, custou ao clube do San Siro o valor de 40 milhões de euros (mais de R$ 146 milhões). E passará a receber um salário equivalente mais de R$ 27 milhões anuais.

Gazeta Esportiva

TAGS