PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Lucca marca dois, Aranha pega pênalti e Ponte avança na Sul-Americana

21:22 | 26/07/2017
NULL
NULL (Foto: )

[FOTO1] 

A Ponte Preta está nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Nesta quarta-feira, a Macaca venceu o Sol de América no Paraguai por 3 a 1 e garantiu a classificação na 2ª fase do torneio sul-americano. Em Campinas, a equipe alvinegra já havia triunfado pelo placar mínimo.

 

%2b Flu vence Universidad Católica e confirma classificação na Sul-Americana

 

Os destaques na partida foram o atacante Lucca, que marcou duas vezes e chegou a 20 tentos na temporada, e o goleiro Aranha, que pegou várias finalizações adversárias e ainda defendeu um pênalti.

O jogo que poderia ser tenso em território adversário, foi tranquilizado pela Ponte Preta logo aos oito minutos. Jadson abriu na direita para Sheik, que cruzou. Élton chegou batendo, mas foi travado pela marcação, e a bola sobrou para Jadson, que não desperdiçou e balançou as redes para o time brasileiro.

Com o resultado parcial, os visitantes poderiam sofrer até dois gols, o que causou certo relaxamento na equipe. Assim, aos 11 minutos, o Sol de América avançou em lance com diversos erros da zaga alvinegra, que permitiu que a bola sobrasse para Javier Toledo, e o paraguaio empatou.

A Macaca passou a controlar a bola no meio-campo, mas abusou das faltas bobas e obrigou Aranha a salvar a equipe em duas oportunidades. Já no minuto final do primeiro tempo, aos 46 minutos, Elton achou Lucca livre na entrada da área, e o atacante bateu firme de perna direita, no cantinho esquerdo, sem chances para o goleiro Silva.

Na segunda etapa, Lucca seguiu brilhando e anotou seu segundo gol aos oito minutos. Sheik disputou bola dentro da área e Arrechea tocou com a mão na bola. Na cobrança, o matador da Macaca deslocou o goleiro e mandou para as redes.

 

Já os paraguaios não tiveram o mesmo êxito. Com 16 jogados, Rojas sofreu falta de Nino Paraíba dentro da área e o árbitro marcou o pênalti. Na cobrança, Giménez bateu no meio do gol e Aranha pegou com os pés. No rebote, o goleiro ainda defendeu o chute de Rojas.

FICHA TÉCNICA
SOL DE AMÉRICA-PAR 1 x 3 PONTE PRETA

Local: Luis Alfonso Giagni, em Assunção (PAR)
Data: 26 de julho de 2017, quarta-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Wilson Lamouroux (Colômbia)
Assistentes: Eduardo Diaz (Colômbia) e Dionísio Ruiz (Colômbia)
Público: 9.146 pessoas

Cartões amarelos: Richard Franco, Gustavo Velásquez, Marcos Duré e Tomás Rojas (SOL); Marllon (PONTE)

GOLS:

SOL DE AMÉRICA: Javier Toledo, aos 11 minutos do primeiro tempo
PONTE PRETA: Jadson, aos oito minutos da primeira etapa; Lucca, aos 46 do primeiro, e oito do segundo tempo

SOL DE AMÉRICA-PAR: Agustín Silva; Gustavo Velázquez, Nicolás Arrechea, Mareco e Olmedo (Nico Martínez); Tomás Rojas, Richard Franco (Marcos Duré) e Aldo Vera; Martin Giménez, Javier Toledo e Villagra (Vigo)
Técnico: Fernando Ortíz

PONTE PRETA: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Rodrigo e Jeferson; Elton, Naldo e Jadson (Claudinho); Renato Cajá (Wendel); Sheik (Yuri) e Lucca.
Técnico: Gilson Kleina

TAGS