PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Ceará e Fortaleza divulgam nota em apoio ao ex-presidente do Paysandu

A equipe paraense está há oito partidas sem vitória na Série B e, em consequência disso, torcedores abordaram o gestor e o ameaçaram

09:40 | 07/07/2017
NULL
NULL (Foto: )
[FOTO1] Após as ameaças sofridas pelo ex-presidente do Paysandu, Sérgio Serra, quando no último domingo, em Belém, ele e sua família foram abordados por dois homens encapuzados em um moto que os ameaçaram de morte caso a equipe da Curuzu caísse para a Série C do Campeonato Brasileiro, algumas equipes do futebol nacional se solidarizaram e repudiaram o ato. O clube está há oito partidas sem vitória na competição.
 
O Ceará Sporting Club divulgou uma nota de apoio e solidariedade em seu site oficial. No comunicado, o clube cearense afirma que mesmo as reclamações sendo legítimas, as ações dos torcedores não podem estar acima da lei."A agremiação alvinegra entende que absolutamente nada justifica tais ações criminosas, e repudia veementemente o desfecho dessa situação envolvendo Sergio Serra e sua família. Mesmo legítimas, as reclamações por parte da torcida nunca devem se sobrepor aos limites da civilidade e do bom senso" afirma a nota.
 
No começo deste ano, o Vovô vivenciou situação semelhante na chegada ao Aeroporto Pinto Martins, em Fortaleza, quando seu então treinador, Gilmar Dal Pozzo, foi ameaçado por torcedores do clube após eliminação precoce na Copa do Brasil para o Boa Vista/RJ. Na ocasião, o alvinegro se pronunciou oficialmente 24 horas após o ocorrido.
 
O Fortaleza Esporte Clube também mostrou ser solidário com o fato. O clube afirmou que "Todos os que fazem o FEC ficaram comovidos com o triste ocorrido, que sem dúvida alguma não pode se repetir. O Fortaleza entende que o respeito é a principal regra da boa convivência em uma sociedade saudável. Por isso, nada justifica a ameaça à vida de quem quer que seja", explica o comunicado oficial. 
 
Outro clube que se pronunciou a respeito foi o Clube do Remo, maior rival do Paysandu. Em comunicado oficial, a equipe paraense prestou "total apoio e solidariedade ao Paysandu Sport Club e ao ex-presidente Sérgio Serra e seus familiares". O clube ainda lamentou o ocorrido e diz não compactuar com violência motivada por maus resultados nos âmbitos esportivos.
 
Agradecimento
 
Por meio de seu site oficial, o Paysandu agradeceu os serviços prestados pelo ex-presidente Sérgio Serra e lamentou sua renuncia em decorrência das agressões sofridas. Já em sua conta no Twitter, a equipe agradeceu apoio dos clubes que se solidarizaram com o acontecimento.
[VIDEO1] [VIDEO2] 
 
 
TAGS