Participamos do

Patinação: Erin Jackson é a 1ª mulher negra a ganhar ouro

17:26 | Fev. 13, 2022
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Quando a norte-americana Erin Jackson cruzou a linha de chegada dos 500 metros femininos nos Jogos Olímpicos de Pequim, neste domingo, ela não apenas ganhou o ouro, mas se tornou a primeira mulher negra a ganhar uma medalha na história da patinação de velocidade.

"Acho que o que ela fez será um trampolim para dar a tantas meninas e meninos a oportunidade de admirar alguém que eles não foram capazes de olhar e se relacionar", disse a colega de equipe Brittany Bowe sobre Jackson após a corrida.

"Isso vai muito além do que qualquer um de nós poderíamos ter imaginado, quantas pessoas, especificamente garotinhas, ela vai tocar (os corações) depois dessa performance", acrescentou Bowe.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Jackson, que foi explosiva na linha de partida e seguiu com uma volta rápida ao redor do Oval Nacional de Patinação de Velocidade, espera que seu sucesso inspire outros como ela a ir para a neve e o gelo.

"Espero que possamos ver mais minorias, especialmente nos EUA, praticando alguns desses esportes de inverno, e espero ser um bom exemplo", disse Jackson.

Em um esporte tipicamente dominado por países nórdicos e, mais recentemente, pela Holanda, ela seguiu os passos do compatriota americano Shani Davis - o primeiro atleta negro a ganhar o ouro na patinação de velocidade - adicionando um pouco de diversidade ao pódio.

"Isso apenas envia a mensagem de que, se você seguir seu coração e sua paixão, pode levá-lo a qualquer lugar. Você pode fazer o que quiser", disse o técnico Ryan Shimabukuro.

"Você não precisa estar preso a nenhum tipo de barreira. Acho que isso motivará e inspirará muito da comunidade afro-americana, assim como Shani David fez em 2006 e 2010", acrescentou.

Dito isto, Jackson, de 29 anos, cujas raízes atléticas são baseadas na patinação e que parece alternar perfeitamente entre rodas e lâminas dependendo da estação, também simplesmente adora a velocidade do esporte.

*É proibida a reprodução deste conteúdo.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags