select ds_midia_link from midia where cd_midia = limit 1 }else{}
Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Alison e Álvaro vencem mexicanos e vão quartas do vôlei de praia

Autor - Agência Brasil
Foto do autor
- Agência Brasil Autor
Tipo Notícia

Alison e Álvaro Filho serão os representantes do Brasil nas quartas de final do vôlei de praia masculino na Olimpíada de Tóquio (Japão). A dupla avançou após vitória sobre os mexicanos Josue Gaxiola e Jose Rubio por 2 sets a 0, com parciais de 21/14 e 21/13, na manhã desta segunda-feira (2), no Parque Shiokaze, na capital japonesa.

Olimpíada: Alison e Álvaro vencem mexicanos e avançam às quartas no vôlei de praia

tóquio 2020
2021-08-02 10:01:00
Autor Júlia Duarte
Foto do autor
Júlia Duarte Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Alison e Álvaro enfrentaram os mexicanos Gaxiola e Rubio, em confronto válido pelas oitavas de final do vôlei de praia masculino, nesta segunda-feira, 2. A dupla brasileira sobrou na partida com uma vitória consistente por 2 sets 0 e parciais de 21 a 14 e 21 a 13. 

A dupla brasileira terminou a primeira fase da competição na liderança do grupo D, considerado o grupo mais forte da competição na modalidade, após vencer a Holanda por 2 sets a 0. Contra os mexicanos, os brasileiros controlaram o jogo, com destaque para os bloqueios de Alison e o saques bem colocados de Álvaro. 

LEIA MAIS| Olimpíada: Brasil perde para Letônia no mata-mata do vôlei de praia

Em ambos os sets, a dupla brasileira abriu uma ampla vantagem e conseguiu dominar a partida, tendo poucos erros. Os mexicanos tentaram reverter, mas tiveram erros no ataque, jogando bolas para fora. 

Agora, Alison e Álvaro enfrentam a dupla da Letônia, Plavins e Tocs, nas quartas de final. Os letões venceram os brasileiros Bruno Schmidt e Evandro, eliminando os dois das Olimpíadas de Tóquio.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Tóquio: após ouro e prata, Rebeca Andrade fica em 5º lugar no solo

Esportes
2021-08-02 09:22:54
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A paulista Rebeca Andrade encerrou nesta segunda-feira (2) sua participação na Olimpíada de Tóquio (Japão) na quinta colocação da prova do solo na ginástica artística. Ao som de Baile de favela, a atleta de 22 anos fez uma apresentação bem-sucedida na final, entretanto deu passo para fora do tablado na primeira acrobacia, o que lhe fez perder um décimo. Rebeca somou 14.033 pontos, ficando atrás em 0.133 das medalhistas de bronze, a japonesa Mai Murakami e Angelina Melnikova, do Comitê Olímpico Russo, que empataram com 14.166 pontos

Rebeca, Zanetti e Caio: veja fotos dos brasileiros nas finais da ginástica artística

2021-08-02 09:10:00
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Time Brasil participou na manhã desta segunda-feira, 2, das finais das provas de solo, argolas e salto da ginástica artística com Rebeca Andrade, Arthur Zanetti e Caio Souza. Os brasileiros não conseguiram notas suficientes para subir ao pódio. Veja abaixo fotos da participação brasileira:

Leia também:

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Após eliminação no vôlei de praia, Bruno agradece Evandro pela paciência após recuperação da Covid-19

2021-08-02 09:01:00
Autor Gazeta Esportiva
Foto do autor
Gazeta Esportiva Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Nesta segunda-feira, Evandro e Bruno Schmidt foram eliminados pela dupla da Letônia formada por Plavis e Tocs e deram adeus à disputa pelo vôlei de praia nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Apesar do resultado negativo em quadra, Bruno viveu um grande drama em sua vida neste ano. O atleta teve grande parte do seu pulmão comprometido pela covid-19, porém conseguiu se recuperar a tempo de estar nas Olimpíadas.

Após a derrota, Bruno relembrou o período difícil vivido e agradeceu o parceiro pela cooperação e compreensão nos últimos meses.

"Queria jogar mais, o mundo todo está prestigiando, mas paciência. Quando olho para trás, vi que fiz meu máximo. Se cheguei aqui em condições de jogo, é porque fiz muita força lá atrás. É óbvio que eu queria ter ido mais longe, quando entro em quadra esqueço tudo o que passei. Agradecer Evandro pela paciência, por saber que eu talvez não chegaria na principal competição do vôlei de praia em meu melhor. Ele não se importou com isso", disse Bruno à TV Globo.

"A parte defensiva deles funcionou muito mais do que a nossa e, quando isso acontece, a gente joga com a pressão o tempo todo. Agíamos em toda a bola como se fosse a última. Mérito deles. Queria realmente estender ao máximo esse torneio, está bem gostoso de jogar. Triste com isso, mas feliz de ter tido a oportunidade de estar aqui. Há quatro meses, não sabia se poderia estar aqui ou não. Bruno e Evandro foram vencidos na bola hoje", completou.

Bruno ainda comentou sobre a postura pouco vibrante da dupla em quadra nesta segunda.

"Ao mesmo tempo que faltou vibração, a gente tentou ao máximo tranquilizar um ao outro. O tempo todo um falava: 'Você está passando do ponto, vamos respirar'. De certa forma, quando a gente puxa muito a tranquilidade, acaba faltando um pouco de vibração, sim", finalizou.

Ainda nesta segunda-feira, será a vez de Alison e Álvaro disputarem as oitavas de final do vôlei de praia. A dupla brasileira terá pela frente os mexicanos Rubio/Gaxiola, a partir das 9h (horário de Brasília).

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Tóquio: Isaquias e Jacky se garantem na semi da canoagem velocidade

Esportes
2021-08-02 08:37:52
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Os baianos Isaquias Queiroz e Jacky Goldman se classificaram para a semifinal da prova C2 1000 metros da canoagem velocidade na Olimpíada de Tóquio (Japão) logo mais, às 21h44 (horário de Brasília), na baía Sea Forest Waterway, na capital japonesa. Se avançarem disputarão a final na sequência, às 23h46.