PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Marcelo Veiga demonstra otimismo para próxima partida decisiva do Ferroviário

Treinador afirmou que, apesar do empate, fez sua melhor partida no comando do Tubarão da Barra diante do Imperatriz-MA

18:00 | 18/08/2019
Veiga fez sua estreia no comando do Ferrão no duelo contra o ABC.
Veiga fez sua estreia no comando do Ferrão no duelo contra o ABC. (Foto: Xandy Rodrigues/Ferroviário/Divulgação)

Apesar do empate sem gols diante do Imperatriz-MA no último sábado, 17, no Estádio Frei Epifânio, o técnico do Ferroviário, Marcelo Veiga, avaliou como positiva a partida de sua equipe. Em entrevista após o jogo, o treinador destacou ainda a atuação do grupo e demonstrou otimismo para a próxima rodada, quando a equipe coral enfrenta o Confiança-SE pela última rodada da primeira fase da série C.

Marcelo Veiga avaliou o jogo do adversário, que teve bastante posse de bola, mas demonstrou ser uma ação esperada. “Nós sabíamos da pressão que iríamos sofrer aqui dentro. O time do Imperatriz é muito rápido e bem organizado, mas acho que o Ferroviário, na proposta que tivemos, merecia pelo menos a vitória, pelos dois gol que acabamos quase fazendo, que foram muito claros na partida. Foi um jogo equilibrado, sem dúvidas, mas o time foi muito consistente, soube suportar a pressão e tentar, num contragolpe que nos programamos, matar o jogo.”, afirmou.

Questionado sobre ter sido sua melhor partida no comando do Ferrão, o técnico confirmou e frisou a importância do trabalho do grupo. “Foram dois tempos muito bem organizados, com time bem postado. O time deles teve a posse de bola, mas não teve as ações do jogo, que era o que a gente queria, então acho que o Ferroviário voltou para a competição e se classificar, com certeza uma vaga é nossa da série B.”, finalizou.

Apesar de analisar bem a partida, Veiga demonstrou preocupação por saber que falta apenas um jogo para que o Ferroviário alcance a classificação para a fase de mata-mata. O treinador, porém, se mostrou otimista. “Vamos aguardar esses jogos (de domingo) para que, dentro da (próxima) partida, possamos ter a possibilidade de fazer a nossa parte e buscar a classificação. Não podemos desacreditar, mesmo porque o Ferroviário ainda ta vivo na competição. Matematicamente temos chance e temos que acreditar até o final.”

O técnico finalizou elogiando o elenco coral. “O grupo todo colaborou para que as coisas acontecessem, cada um fez a sua parte e ficamos muito felizes pelo empenho de todos. Se tivéssemos jogado assim os outros jogos, dificilmente o Ferroviário não teria se classificado.”