PUBLICIDADE
A Fazenda
NOTÍCIA

A Fazenda 11: Record demite funcionário após episódio de racismo contra Sabrina Paiva

O episódio aconteceu nessa terça-feira, 5, pouco tempo antes de ela vencer a prova do fazendeiro

21:21 | 06/11/2019
Record anuncia demissão de funcionário após episódio de racismo contra Sabrina Paiva.
Record anuncia demissão de funcionário após episódio de racismo contra Sabrina Paiva. (Foto: Divulgação/RecordTV)

A modelo Sabrina Paiva foi vítima de racismo por parte de um dos funcionários da produção de A Fazenda 11. O episódio aconteceu nessa terça-feira, 5, pouco tempo antes de ela vencer a prova do fazendeiro. Após a repercussão do caso, a RecordTV emitiu uma nota confirmando o ocorrido e afirmou que já demitiu o operador de câmera responsável por proferir as ofensas.

"A Record TV informa que ontem, durante o reality A Fazenda, ao vivo, um operador de câmera, posicionado atrás de um dos espelhos da sala, fez um comentário racista a respeito da participante Sabrina Paiva. Imediatamente, ao fim do programa, a produtora Teleimage, que presta serviços à Record, identificou o ofensor. Ele foi repreendido e teve seu contrato de trabalho rompido sumariamente", dizia a nota.

Além de Sabrina, outros peões também presenciaram o momento em que o funcionário a chamou de "macaca". "O que o cara falou foi muito grave, sabia?", afirmou Rodrigo Phavanello, namorado da modelo.

Na nota, a Record também afirmou repudiar qualquer atitude de preconceito. A emissora ainda ressalta que a peoa foi informada sobre o caso e que caberá a ela decidir entrar ou não com uma ação judicial contra o agressor. "Eu tinha certeza que eu tinha ouvido, que bom que isso aconteceu. Eu fico mais tranquila", disse ela após receber um envelope da produção informando do ocorrido.

Advogado da família irá tomar medidas judiciais

Pouco tempo depois do caso vir à tona, a família de Sabrina anunciou que irá entrar com um processo contra o agressor. Ao portal UOL, o advogado Guilherme Agostineto revelou que já entrou em contato com a emissora para tomar as medidas legais.

"A família e amigos estão muito abalados com o ocorrido e estão em total apoio com a Sabrina. Estamos enviando o caso ao Ministério Público e cobrando a posição correta da emissora", disse Guilherme.