PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Tatá Werneck fará leilão de vestido envolvido em comentário alvo de processo da Rede TV!

A apresentadora irá doar o valor para instituições de caridade

10:14 | 30/12/2020
 Tatá apresentou o Prêmio Multishow 2020 ao lado de Iza e Paulo Gustavo (Foto: Reprodução/ Instagram/ Tatá Werneck)
Tatá apresentou o Prêmio Multishow 2020 ao lado de Iza e Paulo Gustavo (Foto: Reprodução/ Instagram/ Tatá Werneck)

Na manhã desta quarta-feira, 30, Tatá Werneck anunciou que colocará para leilão o polêmico vestido envolvido no processo movido pela Rede TV! contra a apresentadora. O dinheiro arrecadado será investido em instituições de caridade, Tatá já começou a procurar o local.

A humorista usou o Instagram para divulgar a iniciativa: "Pessoal como vocês sabem o vestido que eu usei gerou uma polêmica, eu tô sendo processada. Então em pensei 'como transformar uma situação ruim numa situação boa?' (...) Então eu vou leiloar esse vestido que eu adoro muito, apesar de ter me gerado um processo, e vou doar o dinheiro pra alguma instituição".

A apresentadora ainda afirmou que a ideia do leilão veio dos internautas. No Twitter, Tatá pediu sugestões de instituições. Dentre os locais, seus seguidores tem indicado abrigos de animais, hospitais infantis, ONGs de educação e casas de apoio LGBTIA+.

O processo da emissora veio após Tatá, no Prêmio Multishow 2020, fazer uma piada comparando a simplicidade do vestido ao orçamento da Rede TV!. "Gente, não repare, eu vim de moto direto, entendeu? Eu vim assim. Peguei no varal, tá molhada ainda. Isso aqui é o orçamento de uma grade da RedeTV!", brincou.

Segundo o advogado da emissora, o comentário critica "grosseiramente toda a qualidade da programação, bem como, a capacidade financeira da autora". Para o UOL, a defesa de Tatá respondeu a alegação comentando a notícia de que a emissora está com uma divida de mais de R$140 milhões: "Estamos pensando em dar o vestido e, também, um shortinho da Tatá para salvar o canal".



Leia Mais | Nas redes sociais, Tatá Werneck ironiza processo que sofre da Rede TV