PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Eventos virtuais relembram legado de Ian Curtis, vocalista do Joy Division, em aniversário de sua morte

Lives reunem trajetória do vocalista e incentiva doações para instituições de saúde mental;

11:07 | 18/05/2020
Ian Curtis comandou o grupo britânico Joy Division, que encerrou suas atividades no dia 18 de maio de 1980 após a morte do vocalista (Foto: Kevin Cummins/Facebook)
Ian Curtis comandou o grupo britânico Joy Division, que encerrou suas atividades no dia 18 de maio de 1980 após a morte do vocalista (Foto: Kevin Cummins/Facebook)

Há exatos 40 anos após a morte de Ian Curtis, a trajetória da banda Joy Division continuaria a ser relembrada em meio a uma pandemia. Com letras sombrias que falam, inclusive, sobre isolamento social, a memória do vocalista e guitarrista da formação original da banda inglesa será celebrada nesta segunda-feira, 18, das 16h às 18 horas, em uma live. Dois outros integrantes da banda, Bernard Summer e Stephen Morris, se juntam para relembrar o legado de Curtis e seu grupo com música, conversa e poesia. Os integrantes ainda fazem parte do New Order, banda derivada do grupo britânico após a morte de Ian.

Dentre os convidados da live, estão Brandon Flowers - vocalista do The Kilers que teve deveras influências do grupo britânico em suas composições -, o ator Mark Reeder e a banda Kodaline. A celebração acontece por meio do site United We Stream (em inglês), criado no último dia 3 de abril com o intuito de entreter os que estão isolados em casa devido à pandemia da Covid-19, e pela página do Facebook da plataformaO intuito da live especial é arrecadar fundos para a instituição de saúde mental Manchester Mind. 

Uma segunda homenagem, feita pelo também ex-integrante do Joy Division e do New Order, Peter Hook, transmitiu na página oficial da banda um show de 2015, ano em que a morte de Curtis completou 35 anos. O evento foi feito pela atual banda do baixista, Peter Hook & the Light e trouxe um repertório especial destinado a apenas 500 pessoas no qual tocou diversas músicas da banda, que o teve como baixista.

A transmissão está disponível no Facebook do Joy Division e no canal oficial da banda no YouTube por 24 horas. O evento também incentiva doações para a Epilepsy Society. Ian Curtis sofria de epilepsia, alteração temporária e reversível do funcionamento do cérebro. Por alguns segundos ou minutos, uma parte do cérebro do paciente emitem sinais incorretos. Dentre os sintomas, o epiléptico pode apresentar-se "desligado" por alguns instantes ou, em casos mais graves, ter até mesmo convulsões. As informações são da Liga Brasileira de Epilepsia.