PUBLICIDADE
Polêmica

Programa do SBT cancela exibição de entrevista com Bruna Marquezine; entenda o motivo

Em trecho divulgado nas redes sociais da atração, uma repórter do programa havia questionado a atriz se ela preferia que Anitta ficasse com Neymar ou Gabriel Medina

20:59 | 22/03/2019
Repórter do Fofocalizando faz pergunta constrangedora a Bruna Marquezine
Repórter do Fofocalizando faz pergunta constrangedora a Bruna Marquezine(Foto: Foto: Reprodução/SBT)

Após repercussão negativa, o SBT optou por não exibir uma entrevista exclusiva com Bruna Marquezine na edição desta sexta-feira, 22, do Fofocalizando. Em trecho divulgado nas redes sociais da atração, uma repórter do programa havia questionado a atriz se ela preferia que Anitta ficasse com seu ex-namorado, Neymar, ou Gabriel Medina, com quem a cantora teve um affair no Carnaval.

"E essa história com a Anitta? Você está torcendo pra ela ficar com o Neymar ou com o Medina?", perguntou a repórter. "Você jura? Você não tem vergonha de me perguntar isso não?", respondeu Marquezine com uma risada irônica.

Pouco após o vídeo circular na Internet, a atriz utilizou seu perfil no Twitter para criticar o programa e outros veículos de comunicação que distorciam fatos sobre sua vida. "Há muito tempo, narrativas fictícias e distorções absurdas de fatos tomam conta especialmente do ambiente midiático e das redes sociais. Elas são construídas e alimentadas com a única finalidade de dar audiência e cliques a qualquer preço", iniciou Bruna.

"Essa entrevista não deixará de ser exibida por respeito a mim. Esse programa [Fofocalizando] e esse jornalista [Leo Dias] nunca me respeitaram como pessoa, como cidadã e nem como profissional", finalizou a atriz.

Logo em seguida, Leo Dias respondeu à crítica da atriz, negando qualquer perseguição de sua parte ou da equipe do Fofocalizando contra ela. "Bruna, esta reportagem de ontem não foi feita por mim e, após analisarmos melhor a situação, sugeri não exibirmos. Procuramos por diversas vezes a você e a sua assessoria de imprensa ao longo desses últimos anos. Não há perseguição alguma", retrucou o jornalista.

Veja trecho da entrevista:

Você também pode gostar:

Redação O POVO Online