PUBLICIDADE
Divirta-se
TV

Candidatura de Collor a presidente faz Globo adiar estreia de novela

"Verão 90 graus" seria a próxima novela das sete; No enredo, relatos de personagens sobre o confisco da poupança em 1990

13:27 | 09/02/2018
(Foto: Wilson Dias / AGÊNCIA BRASIL)
O anúncio de que o senador e ex-presidente Fernando Collor de Mello (PTC-AL) é pré-candidato à Presidência da República fez a Globo mudar de planos com relação à próxima novela das sete. "Verão 90 graus" substituiria "Deus salve o rei" a partir de julho, mas o enredo da novela conta em detalhes quando Collor confiscou a poupança em 1990.
 
A decisão de adiar o início da novela foi tomada pela Globo como forma de não interferir no período da campanha eleitoral. Com isso, "O tempo não para", de Mário Teixeira, vai ao ar no lugar de "Verão 90 graus". A estreia está prevista para 31 de julho. As informações são do Extra.
 
'Dia do confisco'
 
O episódio que ficou conhecido como "Dia do confisco" será mostrado em detalhes na novela "Verão 90 graus". A história de Izabel de Oliveira e Paula Amaral mostra o que acontece com vários personagens quando Collor confiscou a poupança em março de 1990.
 
Alguns dos personagens perderão todo dinheiro, outros vão ficar sem emprego, empresas vão quebrar. Haverá até quem comemore por manter parte de sua fortuna fora do Brasil, longe de impostos e de surpresas como aquela.
 
O elenco conta com nomes como Camila Queiroz, Claudia Raia, Isabelle Drummond e Klebber Toledo. A ideia da direção de dramaturgia é manter o elenco que estava escolhido. As gravações, que iriam começar em maio, devem iniciar somente no fim de outubro.
 
Com o adiamento, a previsão é que a estreia da novela só seja feita, de fato, em 29 de janeiro de 2019.
 
Redação O POVO Online