PUBLICIDADE
Divirta-se
Trama

Em "O Outro Lado do Paraíso", Laura denuncia padrasto por pedofilia

Na trama assinada por Walcyr Carrasco, ela tinha apenas seis anos quando começou a ser molestada pelo padastro, Vinícius (Flávio Tolezani)

16:10 | 09/01/2018
Laura (Bella Piero) fará regressão e se lembrará de abusos sexuais na infância (Foto: Divulgação/TV Globo)
Em "O Outro Lado do Paraíso", Laura, papel interpretado pela atriz Bella Piero, fará sessões de hipnose após se casar com Rafael (Igor Angelkorte) e descobrir que não suporta e que não gosta de sexo. Em uma sessão de regressão, a jovem lembrará que foi abusada sexualmente várias vezes na infância.
Na trama assinada por Walcyr Carrasco, ela tinha apenas seis anos quando começou a ser molestada pelo padastro, Vinícius (Flávio Tolezani). Laura denunciará o delegado depois que revelar a verdade à mãe, Lorena (Sandra Corveloni).
 
Esse será o desfecho de mais uma vingança de Clara (Bianca Bin). Assim que ela conseguir que Suzy (Ellen Rocche) desmascare Samuel (Eriberto Leão) e espalhe para a cidade inteira que o psiquiatra é gay, a mocinha vingativa vai se aproximar da enteada do delegado para descobrir qual é o segredo dele.
 
Depois de algumas conversas, Clara intuirá que Laura pode ter sido vítima de pedofilia, mas a história terá um série de desdobramentos até a mocinha conseguir extrair a verdade da garota. Na trama, Laura bloqueou o trauma de sua mente, mas aceitará se tratar após se casar e sofrer com as primeiras transas.
 
De acordo com o site oficial da novela, Laura vai pensar em se separar, mas Clara pedirá que a jovem faça sessões de hipnose com Adriana (Júlia Dalavia). "Foi ele. Foi ele que me fez mal. Eu era só uma menina. Só uma menina. Foi ele, o Vinícius. Meu padastro. Eu era só uma menina. Uma menina", lembrará ela.
 
"Seu padastro? O delegado?", perguntará Clara. "Eu lembrei de tudo, tudo. Eu era uma menina, ficava muito tempo sozinha em casa e ele... Ah, Clara, eu estou toda mexida por dentro. Sinto dor, vontade de chorar", diz Laura.
 
"Agora que a porta se abriu, vem uma avalanche de memórias. Uma avalanche. Não foi só uma vez, nem duas. Foram muitas", dirá a jovem ao marido.
 
"Tua mãe não percebia?", indagará o médico. "Não sei como não percebeu. Ele me agarrava. Machucava. Eu me lembro de meu corpo coberto de manchas roxas", relatará a personagem de Bella Piero.
 
Em seguida, Laura também lembrará das ameaças que sofria. "Ele dizia que me matava se eu contasse, dizia que ia me bater tanto até eu morrer". O casal, que estará morando com Lorena e Vinícius, irá para casa com Clara, Patrick (Thiago Fragoso) e o médico Renato (Rafael Cardoso).
 
Os três farão escolta para eles não sofrerem nenhuma violência. "Eu era só uma menina, mas você me agarrou quando eu brincava com as tartaruguinhas. Me molestou. Ele é pedófilo", gritará Laura.
 
"Eu resgatei minha memória. Ele me agarrou, não uma, mas muitas vezes naquele lugar. Era no quintal. A faxineira ficava mais dentro da casa, ele provavelmente dizia que ia brincar comigo. Ou ela não queria ouvir meus gritos, meu choro", contará a garota.
 
Após o relato de Laura, sua mãe a acusará de estar mentindo. "Eu não te suportava porque quando era uma menina, você me agarrou, abusou e me ameaçava de morte. É um monstro, sim, um monstro", desabafará diante de todos.
 
Lorena dirá que é mentira. "Você era uma menina rebelde, briguenta, fugia dele. Não aceitava o amor", rebaterá a dona de casa. "Não era amor. Era sexo", vai disparar Laura, que fará as malas e sairá de casa com Rafael.
 
Redação O POVO Online