Participamos do

Regeneron diz que seus anticorpos protegem por ao menos 8 meses contra a Covid

Durante um período de acompanhamento de dois a oito meses, ocorreram sete casos de Covid no grupo que recebeu o tratamento e 38 no grupo que recebeu placebo, representando uma redução de 81,6%.
15:12 | Nov. 08, 2021
Autor AFP
Tipo Notícia

Um tratamento com anticorpos sintéticos desenvolvido pela Regeneron reduziu o risco de contrair Covid-19 sintomática em mais de 80% ao longo de oito meses, anunciou a empresa de biotecnologia americana nesta segunda-feira (8).

 

Os resultados são "particularmente importantes para aqueles que não respondem às vacinas anticovid-19, incluindo pessoas imunossuprimidas", declarou a cientista Myron Cohen, da Universidade da Carolina do Norte, que está liderando uma investigação sobre este tratamento patrocinada pelo governo.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

 

Durante um período de acompanhamento de dois a oito meses, ocorreram sete casos de Covid no grupo que recebeu o tratamento e 38 no grupo que recebeu placebo, representando uma redução de 81,6%.

 

Não houve hospitalizações entre aqueles que receberam o tratamento e 6 no grupo placebo.

 

"Uma única dose de REGEN-VOC forneceu proteção de longo prazo contra a Covid-19, mesmo em momentos de alto risco de exposição doméstica e de longo prazo durante a exposição mais ampla atual", informou George Yancopoulos, presidente e cientista-chefe da empresa.

 

O tratamento é baseado em dois anticorpos monoclonais produzidos em laboratório. São proteínas em forma de Y que têm como alvo a superfície do coronavírus e impedem de invadir as células humanas.

 

As vacinas também preparam o sistema imunológico para produzir esses anticorpos. Mas muitas pessoas, especialmente os idosos e pessoas imunossuprimidas, não respondem bem às vacinas, e esses grupos se beneficiam mais da "vacinação passiva", na qual os anticorpos são administrados diretamente.

 


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags