Participamos do

OMS inaugura centro de pesquisa e detecção de epidemias em Berlim

Este "hub" foi inaugurado com a presença da chanceler alemã Angela Merkel e do diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus
14:56 | Set. 01, 2021
Autor AFP
Tipo Notícia

A Organização Mundial da Saúde (OMS) inaugurou, nesta quarta-feira (1º) em Berlim, um centro de pesquisa e detecção precoce de epidemias, cujo objetivo é "responder de forma mais eficaz às emergências sanitárias".

 

Este "hub" foi inaugurado com a presença da chanceler alemã Angela Merkel e do diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

 

"O mundo deve estar em condições de poder detectar novos acontecimentos com potencial pandêmico e monitorar as medidas de controle de doenças em tempo real, para desenvolver uma gestão eficaz contra o risco de pandemias e epidemias", explicou o diretor-geral da OMS.

 

A pandemia de covid-19 mostrou que é preciso dar "um grande salto adiante na análise de dados".

 

Financiado em parte pela Alemanha, este centro reunirá em Berlim especialistas em várias disciplinas e colocará ao seu serviço as tecnologias mais avançadas, afirmou a OMS em um comunicado.

 

Os dados também serão coletados em todo o mundo e concentrados ali. "As descobertas (das pesquisas) devem ser compartilhadas com todos os Estados", destacou Merkel, que considerou que a atual pandemia "provou o quanto podemos alcançar quando unimos forças".

 

No entanto, o diretor de emergências sanitárias da OMS, Michael Ryan, destacou que "apesar das décadas de investimentos, a covid-19 revelou grandes lacunas na capacidade global para prever, detectar, avaliar e responder às epidemias que ameaçam a população do mundo inteiro".


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags