Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Ceará registra ocupação de 40% das UTIs e de 20% das enfermarias

Dados foram divulgados na plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), e foram colhidos até às 18h05min desta segunda-feira, 16
20:05 | Ago. 16, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ceará está com 42,72% de suas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) ocupadas por pacientes com Covid-19, conforme dados divulgados na plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), colhidos até às 18h05min desta segunda-feira, 16. Nas enfermarias, a ocupação é de 20,56%.

O monitoramento leva em consideração unidades médicas públicas e particulares situadas no Estado. Em análise mais detalhada, é possível observar que a ala com maior ocupação das UTIs é a destinada a crianças, com 51.35%. Enfermarias também registram maior índice na ala infantil: 44.17%.

| LEIA MAIS | Estudantes de Quixadá vão a Moscou para final de competição de programação

Conheça por dentro o único presídio de segurança máxima do Ceará, que recebe chefes de facções

No Hospital Leonardo da Vinci (HELV), 33 dos 46 leitos ativos da UTI adulto estão ocupados com pacientes que contraíram a Covid-19. O equipamento, referência no tratamento da doença pandêmica no Ceará, registra ainda ocupação de 13 dos 27 leitos que estão em funcionamento na enfermaria adulto.

São, ao todo, 20 pessoas esperando na fila por leitos específicos de tratamento da patologia no Estado. Dessas, 16 esperam por transferência a enfermaria e quatro aguardam para serem transferidas a UTIs. Os dados correspondem a informações colhidas até às 14h19min desta segunda. 

Em atualização mais recente, com dados consolidados às 10h16min de hoje no IntegraSUS, o Ceará aparecia com o acumulado de 926.380 casos de Covid-19 e 23.829 óbitos em decorrência da doença. Foram 133 infecções a mais e sete novos óbitos em comparação ao monitoramento divulgado no domingo, 15.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ceará tem 21,73% da população vacinada contra a Covid-19

CORONAVÍRUS
17:31 | Ago. 16, 2021
Autor Mirla Nobre
Foto do autor
Mirla Nobre Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ceará tem um total de 1.997.179 pessoas que completaram a imunização contra a Covid-19 (duas doses de AstraZeneca, CoronaVac, Pfizer ou dose única da Janssen). A quantidade equivale a 21,73%* da população, de um total de 9,1 milhões de pessoas que residem no Estado. Em relação à primeira dose (D1), 4,4 milhões de pessoas receberam a vacina, contabilizando 48,70% da população do Estado. Ceará aplicou mais de 6,4 milhões de doses da vacina contra a doença em seis meses da campanha de vacinação contra a doença.

As informações são da plataforma Vacinômetro, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), consolidadas às 17 horas desse domingo, 15. Já as estimativas da quantidade populacional são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A plataforma ainda mostra que, conforme a última atualização dos dados, na sexta-feira, 13, mais de 218 mil pessoas receberam a D1, 88 mil a D2 e 3 mil a dose única.

LEIA MAIS | Vacinas da Pfizer e da AstraZeneca neutralizam variante Delta após 2ª dose

+ Fiocruz monitora 40 casos suspeitos da variante Delta do coronavírus no Ceará

No levantamento dos imunizantes que chegaram ao Ceará, por meio do Plano Nacional de Imunização (PNI), coordenado pelo Ministério da Saúde, mais de sete milhões de vacinas foram entregues ao Estado e foram distribuídas aos 184 municípios. A população vem sendo contemplada com doses das vacinas CoronaVac/Instituto Butantan, AstraZeneca/Oxford, Pfizer/BioNTech e Janssen/Johnson&Johnson — esta última utiliza apenas uma dose de aplicação para imunização contra o vírus.

Nesta segunda-feira, 16, o Ceará recebeu novo lote de imunizantes contra a Covid-10. Foram mais de 107 mil doses da Pfizer/BioNTech, que serão destinadas à aplicação da primeira e segunda dose contra a doença. Ainda hoje, deve chegar um novo lote, com 124.500 doses da AstraZeneca. Imunizante será direcionado para aplicação apenas da dose de reforço. As informações foram divulgadas pelo governador do Ceará, Camilo Santana, (PT), por meio das redes sociais.

Confira os números da vacinação no Ceará

Total de doses aplicadas: 6.471.868
Total de D1 aplicadas: 4.474.689
Total de D2 aplicadas: 1.840.710
Total de doses únicas aplicadas: 156.469

LEIA TAMBÉM | Ceará deve começar vacinação contra a Covid-19 do público de 12 a 17 anos em setembro

Campanha de vacinação

Na campanha de vacinação contra a Covid-19 no Estado, todos os municípios cearenses já começaram a vacinar a população em geral. A nova etapa da campanha acontece de forma escalonada por ordem decrescente de idade, a partir dos 59 anos. Para receber a vacina, as pessoas devem estar devidamente cadastradas na plataforma Saúde Digital, da Sesa.

LEIA MAIS | Perdeu data da segunda dose da vacina contra Covid? Saiba onde ser imunizado

+ Passo a passo: como se cadastrar para a vacinação contra a Covid-19 no Ceará

Além do público em geral, as pessoas incluídas nos grupos prioritários das fases 1, 2, 3 e 4, do PNI, estão recebendo os imunizantes contra o coronavírus em paralelo. Dentre as categorias, estão: trabalhadores da saúde, idosos, indígenas, quilombolas, pessoas com comorbidades, grávidas, puérperas, pessoas portadoras de deficiência, moradores de rua, trabalhadores da educação, profissionais do transporte coletivo rodoviário, metroviário, aéreo, aquaviário, portuários entre outros. 

Veja os números de vacinados por grupo prioritário no Estado**

- Profissionais de Saúde (fase 1)

Dose 1 (D1): 259.505 (102%)
Dose 2 (D2): 230.856 (87%)
Dose Única (DU): 103

- Idosos institucionalizados (fase 1)

Dose 1 (D1): 2.963 (108%)
Dose 2 (D2): 2.934 (107%)
Dose Única: 0

- Indígenas (fase 1)

Dose 1 (D1): 19.544 (95%)
Dose 2 (D2): 19.247 (94%)

- Idosos > 75 anos (fase 1)

Dose 1 (D1): 375.355 (108,86%)
Dose 2 (D2): 359.920 (104,49%)
Dose Única: 111

- Deficientes institucionalizados (fase 1)

Dose 1 (D1): 559 (148,28%)
Dose 2 (D2): 534 (138%)
Dose Única: 0

- Idosos entre 70 e 74 anos (fase 2)

Dose 1 (D1): 239.205 (107,77%)
Dose 2 (D2): 219.253 (98,27%)
Dose Única (DU): 97

- Idosos entre 65 e 69 anos (fase 2)

Dose 1 (D1): 271.583 (98,36%)
Dose 2 (D2): 262.821 (93,76%)
Dose Única (DU): 597

- Idosos entre 60 e 64 anos (fase 2)

Dose 1 (D1): 335.866 (99%)
Dose 2 (D2): 294.689 (79%)
Dose Única: 557

- Povos e comunidades quilombolas (fase 2)

Dose 1 (D1): 14.956 (101%)
Dose 2 (D2): 13.188 (86%)
Dose Única: 470

- Trabalhadores da Força de Segurança, Salvamento e Forças Armadas (fase 2)

Dose 1 (D1): 32.709 (111%)
Dose 2 (D2): 17.808 (32%)
Dose Úncia: 62

- Gestantes, Puérperas e Comorbidades (fase 3)

Dose 1 (D1): 56.135 (93%)
Dose 2 (D2): 27.207 (27%)

- PCD e Comorbidades (Fase 3)

Dose 1 (D1): 420.977 (81%)
Dose 2 (D2): 211.316 (23%)
Dose Única: 1.437

- Trabalhadores da Educação (Fase 4)

Dose 1 (D1): 175.197 (98,22%)
Dose 2 (D2): 71.884 (17%)
Dose Única: 304

- Trabalhadores Portuários (Fase 4)

Dose 1 (D1): 2.975 (133%)
Dose 2 (D2): 372
Dose Única: 1

- Trabalhadores Transporte Aéreo (Fase 4)

Dose 1 (D1): 1.640 (96%)
Dose 2 (D2): 1.338
Dose Única: 5

*A Sesa destacou que os dados oscilam negativamente em relação aos dias anteriores por consequência de ajustes nas planilhas enviadas pelos municípios.

**As porcentagens da vacinação da população cearense são definidas com base em metas estabelecidas pela Secretaria Estadual da Saúde do Ceará (Sesa) para cada público prioritário. As taxas de aplicação correspondem às doses que já foram distribuídas. Mediante o envio de lotes de vacinas pelo Ministério da Saúde (MS), as doses dos imunizantes são distribuídas aos municípios proporcionais às estimativas populacionais de cada grupo prioritário (meta).259.285

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

MPCE recomenda que Quiterianópolis evite realização de eventos fora dos termos do decreto estadual

PANDEMIA
16:27 | Ago. 16, 2021
Autor Mirla Nobre
Foto do autor
Mirla Nobre Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) recomendou que o município de Quiterianópolis, a 414 quilômetros de Fortaleza, evite a realização de eventos fora das normas estabelecidas no decreto estadual de combate à Covid-19. Conforme o documento estadual, apenas a realização de eventos sociais, eventos corporativos e reuniões de trabalho, com capacidade entre 100 a 200 pessoas, está autorizada. No entanto, o decreto municipal, do dia 28 de julho, ampliava a medida liberando a realização de eventos festivos no município.

O órgão solicita que o município cancele a medida prevista no decreto municipal e que a cidade siga as normas do documento estadual de combate à Covid-19, que ainda não autoriza a realização de eventos festivos no Ceará. Segundo o Ministério Público, o objetivo é evitar contaminação da população pela doença, além de poder orientar como as pessoas devem proceder no período da pandemia do novo coronavírus.

LEIA MAIS | Governo autoriza eventos até 100 pessoas em ambiente fechado e 200 em aberto

O Ministério Público ainda solicita que o município adote providências para impedir, em todo o território municipal, a realização de festas e eventos que gerem aglomerações e que estejam em desacordo com as medidas sanitárias. Além disso, a administração municipal deve informar ao MP as medidas adotadas nos âmbitos cível e administrativo pelo Município e pela Secretaria da Saúde, em caso de descumprimento das ações. Isso inclui fiscalização, aplicação de multas e obrigatoriedade do uso de máscara.

Conforme o MPCE, a recomendação é dirigida à prefeita de Quiterianópolis, Priscila Barreto, aos representantes de entidades religiosas e a organizadores de eventos em geral. Em caso de descumprimento ou ausência de resposta, o MP informa que poderá adotar medidas administrativas ou judiciais. A recomendação foi expedida pelo promotor de Justiça José Haroldo dos Santos Silva Júnior, em respondência pela Promotoria de Justiça de Quiterianópolis.

Medidas adotadas

Na última sexta-feira, 13, a prefeita do município de Quiterianópolis, Priscila Barreto, suspendeu o processo de liberação gradual dos eventos festivos e prorrogou as medidas sanitárias para o enfrentamento do avanço do novo coronavírus no município em um novo decreto. Conforme o documento, o decreto segue a recomendação do Ministério Público do Ceará, e, diante dos números apurados, informa que não há condições de continuar o processo de liberação gradual dos eventos festivos.

LEIA MAIS | Decreto: com teste de Covid 24h antes, eventos no Ceará não podem ter espaço de dança; confira

O documento ainda aponta que, durante o isolamento social, a Secretaria de Saúde do Município se manterá em alerta e atenta no acompanhamento dos dados da Covid-19, buscando orientar e conferir a segurança técnica necessária às decisões a serem adotadas no enfrentamento à pandemia.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Covid-19 Ceará: Estado acumula 926.380 casos e 23.829 mortes em decorrência da doença

Coronavírus
15:11 | Ago. 16, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ceará acumula 926.380 casos de Covid-19 e 23.829 óbitos em decorrência da doença, conforme dados divulgados no IntegraSUS, plataforma da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa), consolidados às 10h16min desta segunda-feira, 16. Em comparação ao monitoramento divulgado no domingo, 15, houve um aumento de 133 infecções e foram registrados sete novos óbitos.

Nas últimas 24 horas, foi confirmada uma morte em decorrência da doença pandêmica na Unidade Federativa. Devido ao atraso que ocorre para que mortes mais recentes entrem no sistema, vítimas da Covid-19 que faleceram no mesmo período podem ser registradas posteriormente.


No Estado, há atualmente, 649.863 pessoas recuperadas da doença e 39.213 com suspeita de infecção. A taxa de letalidade — proporção de mortes entre os casos confirmados — é de 2,6%. Foram realizados 2.558.369 exames para detecção do coronavírus no Ceará até o momento.

Covid-19: números do Ceará

926.380 casos confirmados
23.829 óbitos
2,6% de taxa de letalidade
2.558.369 exames
649.863 pessoas recuperadas
Um óbito confirmado nas últimas 24 horas

Taxa de letalidade

Há uma diferença entre taxa de mortalidade e de letalidade de uma doença. A taxa de mortalidade se refere à quantidade de pessoas que morreram por uma doença em relação à população total de um lugar — seja uma cidade, estado, país, ou até mesmo o mundo inteiro. Já a taxa de letalidade se refere à quantidade de pessoas que morreram por uma doença em relação à quantidade de infectados por ela.

Campanha de vacinação

Na campanha de vacinação contra a Covid-19 no Estado, todos os municípios cearenses já começaram a vacinar a população em geral. A nova etapa da campanha acontece de forma escalonada por ordem decrescente de idade, a partir dos 59 anos. Para receber a vacina, as pessoas devem estar devidamente cadastradas na plataforma Saúde Digital, da Sesa.

Além do público em geral, as pessoas incluídas nos grupos prioritários das fases 1, 2, 3 e 4, do PNI, estão recebendo os imunizantes contra o coronavírus em paralelo. Dentre as categorias, estão: trabalhadores da saúde, idosos, indígenas, quilombolas, pessoas com comorbidades, grávidas, puérperas, pessoas portadoras de deficiência, moradores de rua, trabalhadores da educação, profissionais do transporte coletivo rodoviário, metroviário, aéreo, aquaviário, portuários entre outros.

Evolução do coronavírus no Ceará

Casos de coronavírus no Ceará em 13 de agosto (13/8)

Casos de coronavírus no Ceará em 11 de agosto (11/8)

Casos de coronavírus no Ceará em 10 de agosto (10/8)

Casos de coronavírus no Ceará em 9 de agosto (09/8)

Casos de coronavírus no Ceará em 8 de agosto (08/8)

Casos de coronavírus no Ceará em 7 de agosto (07/8)

Casos de coronavírus no Ceará em 6 de agosto (06/8)

Casos de coronavírus no Ceará em 5 de agosto (05/8) 

Não houve atualização da plataforma IntegraSUS em 4 de julho (04/8)

Casos de coronavírus no Ceará em 3 de agosto (02/8)

Casos de coronavírus no Ceará em 2 de agosto (02/8)

Casos de coronavírus no Ceará em 31 de julho (31/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 30 de julho (30/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 29 de julho (29/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 28 de julho (28/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 27 de julho (27/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 26 de julho (26/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 24 de julho (24/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 23 de julho (23/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 22 de julho (22/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 21 de julho (21/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 20 de julho (20/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 18 de julho (18/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 17 de julho (17/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 16 de julho (16/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 15 de julho (15/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 14 de julho (14/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 11 de julho (11/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 10 de julho (10/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 9 de julho (9/7)

Casos de coronavírus no Ceará em 8 de julho (8/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 7 de julho (7/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 6 de julho (6/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 5 de julho (5/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 4 de julho (4/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 3 de julho (3/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 2 de julho (2/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 1 de julho (1º/07)

Casos de coronavírus no Ceará em 30 de junho (30/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 28 de junho (28/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 27 de junho (27/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 26 de junho (26/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 25 de junho (25/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 24 de junho (24/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 23 de junho (23/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 22 de junho (22/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 21 de junho (21/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 20 de junho (20/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 19 de junho (19/06)

Casos de coronavírus no Ceará em 18 de junho (18/06)

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

96 mil pessoas em Fortaleza estão aptas para se vacinar sem agendamento e não foram

FORTALEZA
12:03 | Ago. 16, 2021
Autor Lais Oliveira
Foto do autor
Lais Oliveira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Em Fortaleza, 96 mil pessoas estão aptas para se vacinar contra a Covid-19 sem agendamento e ainda não foram. Na Capital, quem tem a partir de 40 anos pode procurar um dos pontos de vacinação para receber a primeira dose. Além disso, 217 mil de 19 a 39 anos tiveram agendamento marcado em Fortaleza e não comparecem ao local de vacinação.

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), divulgou os dados nessa segunda-feira, 16, em transmissão nas redes sociais. Na ocasião, Camilo também anunciou projeto de lei que prevê sanções administrativas a servidores públicos que não se vacinarem sem justificativa. A punição vai desde um alerta até a demissão. 

"O único interesse do estado do Ceará é salvar vidas. É o interesse coletivo, não é o interesse individual de se proteger. É eu me proteger, mas proteger a sociedade", afirmou. O projeto será encaminhado pelo Governo do Estado à Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) ainda hoje. 

Camilo fez ainda um apelo para que a população apta a se vacinar não deixe de buscar os postos de vacinação do Estado. "Tem pessoas que resistem a se vacinar ou por ideologia política ou por acreditar nisso, e isso é um absurdo. Nós estamos colocando aqui é que a Ciência tem orientado que a única forma que nós temos de superar essa pandemia, que já tirou milhares de vidas de cearense e brasileiros, é através da vacina", enfatizou.

 

 


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ceará recebe 232 mil doses de vacina contra a Covid-19 na segunda, 16

PANDEMIA
22:00 | Ago. 15, 2021
Autor Gabriela Custódio
Foto do autor
Gabriela Custódio Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Dois novos lotes de vacinas contra a Covid-19 chegam ao Ceará nesta segunda-feira, 16. Ao todo, serão 232.140 novas doses para o Estado. Um dos lotes trará 107.640 doses da vacina produzida pela farmacêutica Pfizer, com previsão de chegada para 12h20min. O segundo lote deve chegar às 22 horas com 124.500 doses da AstraZeneca.

As novas unidades foram anunciadas pelo governador Camilo Santana (PT), em publicação nas redes sociais. Ele afirmou ainda que, de acordo com o Ministério da Saúde (MS), as vacinas da Pfizer devem ser aplicadas como primeira e segunda dose. Já as vacinas da AstraZeneca serão utilizadas como para aplicação de segunda dose.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags