PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Ceará tem 64,25% das UTIs adulto ocupadas por pacientes com Covid-19

Informações foram divulgadas pela plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), com base em dados colhidos às 16h04min desta quinta-feira, 15

19:07 | 15/07/2021
Monitoramento considera hospitais públicos e particulares. (Foto: BARBARA MOIRA/ O POVO)
Monitoramento considera hospitais públicos e particulares. (Foto: BARBARA MOIRA/ O POVO)

As Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) do Ceará voltadas para tratamento adulto estão ocupadas em 64.25%, conforme informações divulgadas pela plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), com base em dados colhidos às 16h04min desta quinta-feira, 15. O monitoramento considera tanto os hospitais públicos como os particulares localizados na Unidade Federativa.

A média geral de ocupação em equipamentos desse porte, destinados para casos mais graves da doença, é de 63,89%. O maior percentual desse índice é registrado na ala voltada para atender crianças infectadas pelo vírus pandêmico: 67.74%. UTI neonatal está ocupada em 30% e a de gestante não foi atualizada.

LEIA MAIS | Ceará soma 23.154 mortes pela Covid-19 desde o início da pandemia

+ Boletim médico indica que não há previsão de alta hospitalar para Bolsonaro

Já a média geral de ocupação nas enfermarias do Estado é de 32,38%, com o maior percentual registrado também na ala infantil: 55.44%. Enfermaria adulto está ocupada em 27.94% e a de gestante em 22.22%. O monitoramento não trouxe informações acerca do índice de ocupação da ala neonatal.

No Hospital Estadual Leonardo da Vinci (HELV), equipamento referência no tratamento de Covid-19 no Estado, 85 dos 102 leitos adultos ativos estão ocupados. Na enfermaria da instituição, dos 61 leitos disponíveis para pessoas adultas 26 estão ocupados por pacientes.

Em relação a ocupação das "UTIs Covid", como é chamado equipamentos desse porte voltados para o tratamento da doença, nas regiões de saúde do Ceará, o Sertão Central registra o índice mais alto, de 80%. Em seguida estão: Cariri (73,17%), Fortaleza (61,3%), Sobral (60,33%) e Litoral Leste/Jaguaribe (50%).

Até às 13h08min desta quinta o Estado tinha 27 pessoas na fila de espera por leitos de tratamento da Covid-19. Dessas, 6 aguardam para serem transferidas a uma UTI e 21 seguem aguardando pela transferência a um leito de enfermaria. A grande maioria dos pacientes aguarda em hospitais municipais.