PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Covid-19: Ceará tem 66.07% das UTIs adulto ocupadas

O monitoramento leva em consideração tanto unidades médicas públicas como particulares

18:39 | 07/07/2021
A média geral de ocupação em UTIs no Estado é de 64,39% (Foto: BARBARA MOIRA)
A média geral de ocupação em UTIs no Estado é de 64,39% (Foto: BARBARA MOIRA)

O Ceará tem 66.07% das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) adulto ocupadas por pacientes com Covid-19, segundo informação divulgada na plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), com base em dados colhidos até às 17h04min desta quarta-feira, 7. O monitoramento leva em consideração tanto unidades médicas públicas como particulares.

A média geral de ocupação em equipamentos desse porte no Estado é de 64,39%. A ala adulta é a que aparece com o maior índice de ocupação no monitoramento, sendo seguida pela infantil, cujo percentual está em 57.69%. UTI neonatal está ocupada em 19.05%. Não havia informação quanto à de gestante.

| LEIA MAIS | Ceará confirma 58 novas mortes pela Covid-19 em 24 horas

Variante Delta do coronavírus já está no Brasil: o que precisamos saber

Nas enfermarias situadas em equipamentos da Unidade Federativa, o índice médio de ocupação é de 35,93%. Ao contrário do que foi percebido nas UTIs, a maior ocupação ocorre nas enfermarias voltadas para atendimento infantil: 44.27%. Na ala de gestante, a ocupação é de 6.67%, e na de adulto é de 35.39%.

Já em Fortaleza, epicentro da pandemia no Estado, a média geral de ocupação das UTIs é de 58,31%, sendo a ala voltada para atendimento adulto a que registra maior ocupação: 60.44%. Nas enfermarias da Capital, a média de ocupação é de 47,45%, e a ala infantil desponta com o maior índice: de 51.74%

Fila de espera por leitos

Dados compilados até às 13h11min desta quarta-feira, 7, e divulgados no IntegraSUS mostram que há 44 pessoas na fila de espera por leitos específicos para o tratamento da doença no Ceará. Dessas, 37 esperam pela transferência a um leito de enfermaria, e outras sete aguardam para serem transferidas a uma UTI.

Em Fortaleza, 12 pessoas aguardam na fila por transferência, estando duas delas esperando por um leito de UTI e dez no aguardo de um leito de enfermaria. Dentre todos os pacientes que aguardam na Capital, seis esperam em unidades médicas municipais e seis em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).