PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Vacina contra a Covid-19 fora do prazo de validade não faz mal à saúde, garante especialista

Imunizante fora do prazo de validade não oferece riscos à saúde, mas por outro lado também não garante proteção contra a doença

21:49 | 02/07/2021
Mesmo fora do prazo de validade, imunizante contra a Covid-19 não faz mal à saúde, segundo especialista  (Foto: reprodução)
Mesmo fora do prazo de validade, imunizante contra a Covid-19 não faz mal à saúde, segundo especialista (Foto: reprodução)

A notícia de que mais de 700 doses vencidas do imunizante da AstraZeneca teriam sido aplicadas no Ceará trouxe à tona uma dúvida importante: vacinas fora do prazo de validade fazem mal à saúde? A resposta é não, segundo o presidente da SBIm (Sociedade Brasileira de Imunizações), Juarez Cunha. Por outro lado, o especialista ressalta que vacina vencida não oferece proteção contra a Covid-19. “Quando a vacina é aplicada fora do prazo de validade, é considerado um erro programático, e a dose deve ser repetida'', disse o médico em entrevista ao Uol.

Para quem recebeu dose do imunizante com data de validade esgotada, o Ministério da Saúde recomenda a 'reaplicação' da vacina. Nesse caso, a pessoa deve procurar o local de vacinação e informar o erro, mostrando o cartão de vacinação. Conforme o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19, a dose extra deve ser administrada 28 dias após a aplicação da vacina vencida. Caso isso não aconteça, o esquema de imunização ficará incompleto.

Segundo Cunha, a correção vacinal não oferece riscos de reações adversas, além das que já são comuns a cada tipo de imunizante. "Não é esperado nenhum outro tipo de reação além das relatadas para os tipos específicos de vacina. Até agora, tanto contra a covid-19 como em outras vacinas, não observamos efeitos negativos em fazer a imunização correta depois do recebimento de uma dose vencida", comenta o especialista.

LEIA TAMBÉM | Fortaleza teria aplicado 63 doses de AstraZeneca vencidas em 7 postos de saúde

Entenda o caso das doses vencidas

Reportagem do jornal Folha de S.Paulo publicada nesta sexta-feira, 2, mostra que mais de 700 doses vencidas da AstraZeneca foram aplicadas em pelo menos 60 municípios do Ceará. O município de Potengi aparece no topo da lista com 173 aplicações, seguido por Fortaleza (63) e Guaraciaba do Norte (60). O levantamento considera as doses aplicadas até 19 de junho e tem como base dados fornecidos pelo Ministério da Saúde. Em todo o Brasil, o número de vacinas vencidas aplicadas chega a quase 26 mil, em 1.532 municípios.

Logo após a repercussão em torno do assunto, a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) disse que "não distribuiu vacinas fora da validade" e apontou um suposto erro na embalagem de um dos lotes que estaria com a data vencida. Segundo a pasta, o Estado recebeu a remessa CTMAV505 com prazo de validade até 31/05/2021, quando o correto seria 31/05/2022.

Veja a nota na íntegra enviada ao O POVO:

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) informa que não distribuiu vacinas fora da validade. A Sesa recebeu dois lotes de imunizantes contra a Covid-19 que estão citados na matéria da Folha de São Paulo. Desde que recebeu as primeiras doses, no dia 18 de janeiro de 2021, o Ceará tem distribuído os imunizantes a todos os 184 municípios com logística desenvolvida pelo Estado por meio de aviões, helicópteros e caminhões.

A Sesa controla o envio das vacinas até sair do Central de Armazenamento e Distribuição (Ceadim) do Estado e orienta os municípios sobre a validade das vacinas.

LOTE - 4120Z005 ASTRAZENECA/OXFORD
Recebido: 23 de janeiro de 2021
Vencimento: 14 de abril de 2021

LOTE - CTMAV505 - ASTRAZENECA/OXFORD
Recebido: 26 de março de 2021
Vencimento: 31 de maio de 2021

O Ministério da Saúde informou que houve um erro na embalagem das doses da Vacina SARS-COV2 - Laboratório AstraZeneca (Lote: CTMAV505). Apesar de as doses terem vindo direto do laboratório produtor (AstraZeneca), na embalagem primária e secundária consta vencimento em 31/05/2021. No entanto, nas notas de fornecimentos do SIES o prazo de validade está 31/5/2022. A informação da Rede de Frio Nacional é de que a validade correta é 31/05/2022.

Distribuição e aplicação

Ainda que as doses tenham sido enviadas aos municípios antes do vencimento, como sustenta a Sesa, o mesmo não se pode cravar em relação à aplicação, pois que cada cidade utiliza estratégias diferentes para imunizar a população, fazendo com que as vacinas sejam administradas em datas distintas. O levantamento realizado pela reportagem cita, inclusive, que as estatísticas de pessoas vacinadas com doses vencidas levam em conta as informações do DataSUS (sistema de informações do Ministério da Saúde), que possibilitam identificar a data em que a vacina foi aplicada e o número do lote à qual ela pertence. Na prática, isso significa que a validade do imunizante pode ter sido perdida em virtude de atrasos nas aplicações.

Municípios e quantidade de doses vencidas aplicadas:

APUIARES: 1
AQUIRAZ: 1
ARACATI: 1
ARATUBA: 2
ASSARE: 9
AURORA: 50
BATURITE: 1
BOA VIAGEM: 7
CAMPOS SALES: 1
CARIRE: 2
CARIUS: 1
CATARINA: 1
COREAU: 1
CRATEUS: 7
DEPUTADO IRAPUAN PINHEIR: 1
EUSEBIO: 10
FORTALEZA: 63
GRANJA: 51
GUAIUBA: 1
GUARACIABA DO NORTE: 60
ICO: 34
IGUATU: 3
IPAUMIRIM: 1
IPUEIRAS: 3
ITAITINGA: 2
ITAREMA: 1
JAGUARIBE: 2
LAVRAS DA MANGABEIRA: 3
LIMOEIRO DO NORTE: 2
MARACANAU: 1
MARCO: 4
MASSAPE: 2
MILHA: 2
MONSENHOR TABOSA: 32
MORAUJO: 8
MUCAMBO: 1
OROS: 1
PACAJUS: 19
PARAMBU: 1
PEDRA BRANCA: 8
POTENGI: 173
QUITERIANOPOLIS: 5
QUITERIANOPOLIS: 3
QUIXELO: 1
QUIXERAMOBIM: 1
RERIUTABA: 19
SALITRE: 27
SALITRE: 22
SANTA QUITERIA: 8
SANTANA DO ACARAU: 3
SAO BENEDITO: 2
SAO GONCALO DO AMARANTE: 6
SOBRAL: 2
TABULEIRO DO NORTE: 1
TAMBORIL: 1
TAUA: 30
TIANGUA: 2
TURURU: 1
UBAJARA: 1
UMIRIM: 1

LEIA MAIS | Potengi nega aplicação de 173 doses vencidas da vacina da AstraZeneca

+ Prefeitura nega aplicação de doses da AstraZeneca fora do prazo em Fortaleza